Um Transmontano Na Tailandia

- 24Jun2018 13:56:32

MUNDIAL DO FUTSAL 2012 NA TAILÂNDIA

por José Gomes Martins

 
O filme do último jogo que fez perder as nossas esperança.... Os italianos, com eles, não esteve a sorte mas uma VACA mamuda!
A última viagem do autocarro, para o jogo entre a Portugal e a Itália, que havia transportado a Selecção das Quinas, entre o aeroporto internacional de Banguecoque, Nakhon Ratchasima e Banguecoque.
 Duas horas antes do jogo começaram a surgir os primeiros "tugas", cheios de esperança, pois Portugal tinha vencido a Selecção do Paraguai, dias antes, por três bolas a uma.
Mais "tugas" absolutamente artilhados
Pedro Dias, Director da FPF e Chefe da Delegação da Selecção das Quinas, antes do jogo, apresentava, da bancada VIP, um semblante carregado.
Este senhor "gajo" fotógrafo acreditado, como eu da FIFA, italiano de um "raio que o parta" gozou-me depois da vitória da equipa de seu país... No press room estive para lhe dar um pontapé, numa canela, ao caralho do velho.
Um casal luso tailândês Achiraya, filha Amélia e o Vasco Galante, foram, também apoiar a nossa selecção.
Foram chegando uns e mais outros. Um grupo a fazer turismo na Tailândia
Esta claque, lusitana, bastante numerosa e ruidosa a passear pelo País dos Sorrisos, não deixou o apoio à nossa Selecção por mãos alheias.
Antes do jogo e durante o toque do Hino Nacional a nossa gloriosa, na posição correcta...!!! 
A face do guarda-redes, André de Sousa durante o toque do Hino Nacional
 A claque "tuga" residente, em Banguecoque, reune-se para dar o indispensável apoio à selecção.
Bandeiras pequenas e grandes... não há português, residente, no estrangeiro que não tenha uma gloriosa em casa... Em minha casa há, pelo menos, uma meia-dúzia de vários tamanhos.
Começa a primeira parte do jogo e o guarda-redes, italiano, não teve mãos paradas...Os rapazes das Quinas jogavam endiabrados...
E as entradas à "cavalgadura" não faltaram pela parte da equipa italiana.
E assim o guarda-redes italiando levou o primeiro golo sem espinhas e limpinho, olha para o lado direito a bola pendurada na rede, antes de bater no chão.
 Alegria de Ricardinho e seus colegas abraçados.
 Ou ângulo onde demonstra alegria da primeira "batatada" aos italianos.
E agora mais me pareceu, este abraço, um molho de varas que não vai torcer e partir... Cá dentro de mim: "vamos vencer os italianos...!!!"
Na primeira parte a defesa, das Quinas, mais parece um muro de betão....
 Um jogo lindo, o dos nossos "rapazes" e alta técnica... Veja a seguir o que esta jogada deu.
 E embrulhou, segundo limpinho, o guarda-redes italiano.
Mais uma vez os italianos entraram à brutamontes e maguaram, fortemente, o guarda-redes André de Sousa...
 Uma imagem bonita na defesa das redes das Quinas.
Mas que mal teria feito o André de Sousa... mais uma vez maguado, entre outras antes, pelos italianos...
 O André lá conseguiu recuperar-se da violência dos italianos.
Tal pai, tal filho... Embaixador de Portugal, acreditado no Reino da Tailândia Jorge Torres Pereira, junto ao filho Martim, trajando igual, exibindo o seu cachecol, no intervalo do jogo e Portugal a ganhar, com três bolas no "papo" aos italianos.
No intervalo e por que sou um inveterado a fotografar mulheres bonitas, nesta imagem duas belezas tailandesa e uma "bela-dona" italiana.
O Marcos do Vale, funcionário da Embaixada de Portugal em Banguecoque, bem podem continuar os portugueses residentes na Tailândia a te-lo como o "ultra" e chefe da claque tuga. O nosso ultra depois de tanto gritar e incitar a claque tuga perdeu a voz. Porém que ninguém se assuste.... Com um xarope de mel e aguardente de Pera Rocha, está, outra vez para as curvas.,... Venha outra equipa das quinas à Tailândia.
É ver esta e outras imagens a seguir a força TUGA, residente na Tailândia
"Tuga power, estende bandeiras no corrimão da bancada...
Coisa linda... em terras do Reino da Taiândia! Até mereci, em troca do meu disparo, um boneco...
 E levanta o braço o tuga miúdo...
A Mariana, filha de Teresa Matos, diplomata e número 2 da embaixada de Portugal, em Bangucoque, também se juntou à claque "tuga" e num letreiro, que exibe, pede uma bola autografada... Certamente que Pedro Dias, chefe da delegação da Selecção das Quinas lhe ofereceu uma.
O tuga mais novo da claque...muito interessado na vitória. Também eu!
Chatice... quando um "tuga" quer ser grande... Os "grandalhões" nem se lembram dele e colocarem-nos aos ombros...
Também eu esperava pelo V da vitória... Paciência a VACA italiana traiu-nos...
Esta senhora, juiza de linha brasileira, tramou-nos e conseguiu um penalti que nos viria a lixar a vida... Suspeito que esta creatura deveria estar feita com os italianos... Não esteve em Nakhon Ratchasima... ficou por Banguecoque... da parte dos italianos tudo é possível...!!! Se é!
O quarto golo e a vitória  não merecida que ficou no lado errado... Tarde para a Selecção das Quinas recuperar e não tardou o jogo terminar...
 Uma fotografia que me comoveu e pouca gente, nas bancadas, teria dado por ela... O atleta Arnaldo, no fim do jogo e com o "amargo" da derrota deitou-se no chão... Saí daquele espaço e fui para o "press room" também abatido... Não merecíamos a derrota...
José Martins


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/GuG1uSR5IJE/mundial-do-futsal-2012-na-tailandia-por.html


- 10Nov2012 02:50:00

FESTIVAL DE COMIDA E VINHO PORTUGUESES EM BANGUECOQUE

por José Gomes Martins


 

Dia 26 de Ouutubro de 2012, com a presença dos Embaixadores de Portugal, Maria e Jorge Torres Pereira, de portugueses e apreciadores da gastronomia portuguesa, residentes em Banguecoque, teve lugar um festival de vinho e comida lusitana no Restaurante Panorâmico Crowne Plaza Lumpini Park, gerido por um jovem, dinâmico, português Vitor Santiago.
.
Numa das mesas junto aos embaixadores de Portugal acreditados na Tailândia, sentaram-se empresários tailandeses e os produtores e exportadores de vinhos portugueses Luis Pato, João Mariano, Quinta da Penina)
.
Numa mesa sentam-se dois casais  luso-tailandeses, eng. Rui Belo, esposa (lado esquerdo) Duang Kunaporn Belo, Manuel Campos e esposa Pornpana Campos
.
Na imagem. em pé o gerente do restaurante panorâmico Vitor Santiado  ladeado   por Manuel Castro, empresário e promotor de vinhos portugueses, Ana Ferreira funcionária da missão diplomática portuguesa e Luisa Dutra leitora da língua de camões em uma universidade de Banguecoque.
.
Mário Lemos, treinador dos juniores do maior clube de futebol da Tailândia, Muangtthong United, associou-se à comunidade lusa no festival de vinho e comida.


Vários vinhos portugueses foram servidos durante o repasto.
.

Uma das especialidades, genuinamente, portuguesa e deliciosa foi o bacalhau conventual.
.
Visto que o vinho faz amigos. O produtor e exportador de vinhos da região vínicola da Bairrada, Luis Pato, ainda não tinha terminado o jantar, com excelente dom de "public relations", foi junto às mesas de estrangeiros e portugueses perguntar se estavam a gostar da comida e dos vinhos e logo ali sai uma nova amizade amizade e uma fotografia.
.
Na conversa há sorrisos e risos francos
.
E sai então um brinde a quatro!
Luis Pato continua sua jornada de perguntas aos clientes: "então gostou do vinho e da comida portuguesa?" Depois da conversa há então introdução de amizade, espontânea, com a troca de cartões de visitas.


Não escapou, a Luis Pato, uma mesa e conquistou a simpatia...
.
E outra mesa e mais outras que Luis Pato à boa maneira da Bairrada foi visitar e receber as opiniões.
.
Um close up do sorriso, radiante, da portuguesa Ana Ferreira funcionária da missão diplomática portuguesa acreditada em Banguecoque. Um amor de jovem mulher!


O casal luso tailandês Pornpana e Manuel Campos num momento de ternura no final da festa...!!!
.
A Sherry uma simpatia de jovem, cara bonita e proprietária da  empresa importadora, "Tchin Tchin" que vende, exclusivamente, vinhos portugueses para a Tailândia.
Luis Pato numa brincadeira de boa disposição para a câmara...


Luis Pato junto ao amigo João Mariano também produtor e exportador de vinhos, com branco e tinto pela frente...
Não poderia passar despercebido à lente da nossa Nikon,  Nuno Caldeira da Silva, ex-funcionário da Comissão da Delegação da União Europeia, na capital tailandesa, que já não lhe colocava-mos a vista há mais de um ano, encontramo-lo absolutamente um jovem na já passada casa dos 65. Bem Nuno deixou Banguecoque, reformado e foi viver para Chiang Mai, com um clima fantástico em que velhinhos voltam a meninos... Gostamos de ver, novamente, Nuno Caldeira com a jovial aparência!
 -
Chefe de cozinha Matt Dowel e Vitor Santiago que foram os herois da festa gastronómica portuguesa da noite. Esperamos pela próxima!!!


A ementa





Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/eovUO4nVI6M/festival-de-comida-e-vinho-portugueses.html

- 10Nov2012 02:23:00


 

Sábado, 27 de Outubro de 2012

FUTSAL NA TAILÂNDIA - ATLETAS PORTUGUESES E MEMBROS DA DELEGAÇÃO NA TAILÂNDIA


Os atletas, portugueses, a disputarem o Mundial  2012 de Futsal chegaram há poucas horas ao aeroporto Internacional de Banguecoque. Demos conta da chegada que publicamos em imagens. Pedimos desculpa aos leitores de não mencionarmos  nomes dos nossos atletas por ignorância nossa. Porém a partir de segunda-feira, de Nakhon Ratchsima, daremos conta, diariamente, do passado e designaremos nomes.
.
Um grupo de jovens, voluntários,para assistir os nossos atletas e delegação, vindos de Kakhon Ratchasima aguardam a chegada no grande salão do grupo.
A comunicação social de Banguecoque: jornais, rádio e televisão aguardam os atletas e o treinador Jorge Braz  para os entrevistar.
Chegam os primeiros  atletas do interior do aeroporto
A fotografia de família a nosso pedido... Bem-vindos oh rapaziada, lusa, à Tailândia!
Visivelmente cansada a comitiva, de apoiso, depois longa viagem...da Europa ao Sudeste Asiático
Jorge Braz deu a primeira entrevista... Na imagen ao lado esquerdo do assessor de imprensa Filipe Félix está o Don, um jovem tailandês, que será o elo de ligação como interprete. O Don exprime-se em português, brasileirado. Falaremos depois disso a partir de segunda-feira, em Nakhon Ratchasima

Junto ao autocarro de ar-condicionado que os levará a Nakhon Ratchasima (cerca de 300 quilómetros de Banguecoque) o grupo português prepara-se para partir e vai organizado a bagagem.
A última entrevista a um atleta... Sem sabermos o nomes, nos parece que bem conhecido da gente da imprensa.
Dois atletas de sorrisos francos e bem dispostos.
Mais outros dois cujo o do lado direito apresenta, já, dois dedos da vitória... Nós os residentes, na Tailândia, esperamos isso... Ser os ganhadores do Mundial!!!
A Embaixada de Portugal em Banguecoque esteve representada pelo funcionáro Marcos do Vale que foi receber atletas e restante comitica dentro do aeroporto internacional de Banguecoque e em nome do Embaixador Jorge Torres Pereira oferecer os préstimos na Tailândia.

O treinador Jorge Braz, depois de acomodado no autocarro, encostou-se às costas do banco e vai, certamente, passar pelas brazas... Ainda não podemos dizer: "o descanso do guerreiro" , ficará para depois!
Partida para Nakhon Ratchasima... cerca de três/quatro horas de viagem.
À frente do autocarro um automóvel da polícia  tomará conta da viagem para que todos cheguem em segurança a Nakhon Ratchasima, tambem conhecida a cidade por Korat.
José Martins


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/xEih0j5hrjg/sabado-27-de-outubro-de-2012-futsal-na.html

- 10Nov2012 02:12:00

Por SAPO Desporto

Arnaldo Pereira entregou ao embaixador uma camisola da seleção assinada por todos os jogadores.

Seleção recebida pelo embaixador na Tailândia
A seleção nacional de futsal foi recebida esta tarde pelo embaixador português na Tailândia, Jorge Torres Pereira, por ocasião da participação da equipa das quinas no Mundial da modalidade.
Com um lugar já reservado nos oitavos de final, onde vai jogar com o Paraguai, a comitiva lusa foi recebida de «forma simpática e disponível» pelo embaixador, agradecendo «o apoio irrepreensível» daquele organismo.
Como retribuição, o capitão da seleção, Arnaldo Pereira, entregou a Jorge Torres Pereira uma camisola de Portugal autografada por todos os jogadores.
A seleção volta a entrar em ação no domingo de manhã, frente ao Paraguai, em Banguecoque.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/liQmeaFKmzY/por-sapo-desporto-arnaldo-pereira.html

- 10Nov2012 01:59:00

Saturday, November 10, 2012


MUNDIAL DE FUTSAL 2012 NA TAILÂNDIA - SELECÇÃO DAS QUINAS VISITA EMBAIXADA



O filme em imagens da visita da delegação e atletas lusos, ao Mundial de Futsal 2012, de cortesia ao representante de Portugal na Tailândia Jorge Torres Pereira.
.

Ontem, dia 9 de Novembro, pelas 11 da manhã, a delegação e atletas que compõe a selecção das Quinas ao Mundial de Futsal 2012, presentemente a ser disputado na Tailândia visitaram a embaixada de Portugal na capital tailandesa, para apresentar cumprimentos ao embaixador Jorge Torres Pereira cujo o representante de Portugal no Reino da Tailândia lhes deu as boas-vindas.
Delegação e atletas, portugueses, estão hospedados no Hilton Bangkok, situado na margem direita do Rio Chao Prya (Praiá) e a montante de cerca de uns 100 metros da missão diplomática de Portugal, na margem esquerda do grande rio que nasce nas terras-altas da Tailândia.
O majestoso rio Chao Prya por onde homens portugueses navegaram desde há 501 anos em direcção à segunda capital, Ayuthaya, do Reino do Sião que viria a cair em Abril de 1767 e dar lugar à nova e moderna capital, Banguecoque, da Tailândia.
Os homens luso e mais confortável atravessaram de barco o rio. À frente o seleccionador Jorge Braz e o chefe da delegação prof. Pedro Dias.
Logo ali se juntaram ao jovem treinador, Mário Lemos, dos juvenis do Muangthong United, campeão da 1ª Liga de futebol da Tailândia 2012. Mário Lemos de 26 anos de idade com grande futuro na Tailândia como técnico de futebol.
E uma fotografia nos dentes da boca do tubarão... Espera-se que o peixe não se chame a selecção do Paraguai a qual a de Portugal enfrentará amanhã, Domingo, dia 11 de Novembro.
Sai a primeira fotografia de família tendo como pano de fundo o grande Hilton Bangkok.

Em fila indiana os componentes da Selecção das Quinas com o prof. Pedro Dias e o funcionário da embaixada de Portugal Marcos do Vale, que foi receber, em nome do embaixador Pereira Torres ao desembarque e encaminhá-la para a chancelaria.
Aqui vai o conjunto caminhando pela rua Captain Bush Lane em direcção (a poucos metros) da missão diplomática de Portugal. O funcionário Marcos do Vale vai dando explicações ao chefe da delegação prof. Pedro Dias.
Na chancelaria a diplomata e número 2 da embaixada, Teresa Matos, recebe a delegação e atletas que em seguida levaria e apresentar ao embaixador Jorge Pereira Torres que aguardava na residência.
A parte lateral da residência, frontal lado esquerdo, dos embaixadores, acreditados no Reino da Tailândia. Edifício, histórico e único em território nacional e conhecido, o estilo arquitectónico, sino português
A diplomata Teresa Matos, acompanha o chefe da delegação prof. Pedro Dias para embaixador Torres Pereira o receber e apresentar as boas-vindas.
Embaixador Torres Pereira, sorridente, cumprimenta um-a-um a delegação e atletas lusos
Torres Pereira segue à frente do grupo lusitano para a residência e à qual, há anos, a baptisei  " A Nobre Casa"
No grande salão no rés-do-chão, embaixador Pereira Torres dá explicações, histórica, sobre o edifício construido na década sessenta do século XIX.
Chefe da delegação prof. Pedro Dias, oferece, ao embaixador Torres Pereira uma camisola das Quinas autografada por todos.
E depois da oferta de uma camisola das Quinas, autografada, é também oferecido, na varanda da residência, um galhardete que vai marcar a passagem da Selecção Nacional do Futsal no Reino da Tailândia, que tão cedo, certamente, não voltará a suceder.
E depois da oferta um brinde de vinho espumoso rosé das vinhas, de boa cepa, de Luis Pato da Bairrada.
E aqui bem à moda portuguesa: "bota acima e bota abaixo"
A rapaziada lusa, que não sofre de fastio, vai aos petiscos de sabor português, durante a recepção e beberete oferecido pelo embaixador Torres Pereira.
A petiscada decorada com bandeirinhas portuguesas
O seleccionador do Futsal Jorge Braz e dois dedos de conversa com o jovem treinador Mário Lemos. E quem sabe... talvez um novo Zé Mourinho na Tailândia...!!!
Embaixador Torres Pereira é entrevistado, no relvado do jardim, para a equipa de reportagem que acompanha e reporta as actividades da selecção lusa.
A "rapaziada" satisfeita da vida... e a sorrir para a lente da máquina fotográfia que vai disparar automáticamente.
A fotografia de família e para a posteridade do conjunto luso junto ao embaixador Torres Pereira.
Um dos pontos altos da visita é a presença do seleccionador nacional de futebol da Tailândia (camisa branca) Winfried Shãfer, de nacionalidade alemã, que se viria a juntar à selecção lusa.
Mister Shãfer conversa com embaixador Torres Pereira
Mas embaixador Torres Pereira, tinha uma surpresa para o mister Shãfer e era mais nem menos oferecer que uma camisola, autografa, de Cristiano Ronaldo, que na sua passagem pela Tailândia, há poucos meses, ofereceu ao embaixador de Portugal.
Fotografia de família com mister Shãfer e embaixador Torres Pereira segurando a camisola de Cristiano Ronaldo encaixilhada.
A camisola de Cristiano Ronaldo que vai fazer parte da colecção de lembranças do mister Shãfer.
Jorge Braz, seleccionador nacional conversa com mister Winfried Shãfer responsável pela selecção nacional da Tailândia.
Jovem treinado Mário Lemos trouxe uma camisola de seu clube o Muangthong United (campeão da 1ª Liga de Futebol da Tailândia, que ofereceu ao embaixador Torres Pereira.
A fotografia de família com Mário Lemos e a camisola oferecida ao nosso embaixador na Tailândia
Mister Dhãfer conversa com o prof. Pedro Dias e Jorge Braz
Não deixamos cair no esquecimento as duas cara bonitas que se juntaram à Selecção Nacional, a Ana Ferreira, secretária do embaixador Torres Pereira e a diplomata Teresa Matos número 2 da embaixada.
Mister Sháfer deu uma entrevista à equipa de televisão que acompanha a selecção portuguesa de Futsal, composta pelo, sempre diligente, Filipe Félix, assessor de imprensa da FPF e João Craveiro técnico de audivisionais.
Na imagem a diplomata e número dois da embaixada Teresa Matos despede-se do mister Shãfer.
E assim depois da visita de cortesia, apresentar cumprimentos ao embaixador Torres Pereira a Selecção Nacional de Futsal sai do Jardim da Residência.
A "malta" descontraída dirige-se para o local de embarque e de regresso ao hotel
A selecção embarca para o hotel, almoço e de tarde um treino para desentorpedecer os pés e as canelas.
O Hotel Hilton está no outro lado do rio e a selecção das Quinas não tarda a desembarcar.
José Martins


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/Ie5_Vu4YVNg/saturday-november-10-2012-mundial-de.html



Benção da Casa - 03Mar2011 03:15:00

Segundo os ensinamentos budistas, doação é um acto que pode transformar e purificar a mente.





A benção é um acto religioso praticado em quase todas as religiões, em Portugal os sacerdotes católicos iam aos campos benzer os rebanhos e as herdades, hoje em dia esse costum se está perdendo, porém, na Tailândia, a cerimónia da benção de uma nova casa, é um acto muito importante, tanto no sentido espiritual como no social.





Todo o fiel budista, tailandes, rico ou pobre, realiza essa tradição, essa cerimónia auspiciosa, convidando nove monjes para efectuarem os ritos religiosos, dando assim prosperidade e sorte a seus novos inclinos.





Estas cerimónias são realizadas sempre da parte da manhã, começando algumas pelas 09.09 horas, hora muito auspiciosa, e termina antes do meio dia.





Para tal, convidam familiares e amigos para estarem presentes, os nove monjes, numa ala reservada, ficam orando durante algum tempo, depois de terminadas as orações, fazem a aspersão de água benta, para os fiéis e para todos os alojamentos da casa.





Findas as cerimómias, lhes é servido um almoço, o qual é tomado no local onde realizaram as orações, é uma festa religiosa e pagã, já que pelos jardins da moradia, se pode ouvir vários tipos de música e por vezes são convidados artistas e dançarinas para abrilhantarem a festa.





Comida essa é com fartura, e os festejos, em muitos casos, se prolongam pela noite dentro.





Na Tailândia, os fieis budistas seguem à risca essas benções, principalmente a bençáo da casa.





Onte, dia 18 de Fevereiro, dia auspicoso e feriado na Tailândia devido às festividades em honra do Lord Buda, o meu amigo Marcos Vale e sua família, me convidaram para tomar parte nas cerimónias da benção de sua casa, e foi com todo o prazer, que a sua casa me desloquei, bem como alguns amigos portugueses residentes na Tailândia.





A casa de meu amigo Marcos, funcionário da Embaixada de Portugal em Bangkok, fica localizada em Bang Yai, na província de Nonthaburi, distanto da casa do articulista cerca de 50 kms.















A casa do amigo Marcos, bem não é bem uma casa, mas sim um pequeno palácio.










No muro da casa, as bandeiras tailandesa, portuguesa e a bandeira real









Nma das cozinhas a azáfama nos preparativos para a grande ceminória, era enorme, pois comida essa não faltava, era preciso sim, dividi-la e a colocr em bandeijas para serem ofertadas aos monjes, depois outro tipo de comida para os convidados, e para os portugueses, o Meste Manuel Campos, sempre cozinheiro de serviço, nos iria deliciar com umas boas postas de bacalhau assado no forno, acompanhado com batatas a murro.








Uma mesa repleta de comida, foi nesta mesa, que os convidados portugas almoçaram.









Numa parte do jardim da casa, encontrava-se esta bandeja repleta de comida, num pequeno altar,como oferta aos deuses.










Os nove monjes orando










No final a oração ia sendo efectuada, e cantada em Pali, tendo casa monje um novelo de fio branco que ia ligar a um altar, este ritual, simboliza a benção da casa.















Depois de proferidas as orações, foi altura de os monjes sempre presenteados com a sua refeição do dia.












O anfitrião, Marcos Vale, ofertando uma bandeja com sobremesas a um dos monjes.










O nosso estimado amigo Marcos, teve a amabilidade de solicitar a um dos monjes que fosse benzer o pessoal que se encontrava na cozinha, entre eles o articulista.













Na parte traseira da casa, num vasto jardim, foram colocadas várias mesas e foi ali que os convidados tailandeses tomar a sua refeição, já que a comida era diferente, no canto esquerdo do jardim havia um palco, onde a rapaziada aproveitou para a dar a conhecer os seus dotes de cantor, e a miudagem essa adorava dançando.










O pai do amigo Marcos, na foto, à esquerda, acompanhado do amigo Campos, o cozinheiro chefe da festa, cortanto um pedaço de queijo bem português, trazido pelo pai do Marcos, que havia chegado a Bangkok, por volta das 06.00 da manhã, vindo de Paris.










O articulista, o pai do Marcos, e os amigos Campos e Marcos, que se iam deliciando com os enchidos trazidos de França e pela boa pinga do Esporão, era para abrir o apetite ao fautoso almoço, que o nosso amigo Campos confecionou maravilhosamente.










No jardim, o pai do Marcos junto dos tios da esposa de seu filho










O famoso bacalhau assado no forno, com batatas a murro, que o sempre nosso amigo e Mestre de cozinha Manuel Campos tem o prazer de estar presente e nos deliciar com sua maravilhosas ementas.






Uma salada com todos, mas para o articulista, o amigo Manuel Campos teve a amabilidade de não postar vinagre.









O pessoal amigo na sala de jantar, o estimado amigo Eng. Rui Belo, presente está sempre nestas nossas confternizações de portugas, Desta vez tivemos a ilustre presença da leitora do Instituto Camões, pena foi que o nosso prezado amigo e Ilustre Confrade Mor, José Martins, não podesse estar presente, em virtude de se encontrar na cidade de Lop Buri, assistindo às cerimómias em honra do Rei Narai.











Outra imagem da sala de jantar, onde o vinho e a comida não faltou.






O articulista tendo o prazer de ter em suas mãos, e depois provar estas delícias bem portuguesas, do fumeiro de Vinhais.










Passava já das 18.30 horas, quando o pessoal começou a regressar a Bangkok, mas ainda haveria de chegar um alto funcionário da Embaixada de Portugal, que por motivos de trabalho, só cerca das 19.00 horas pode estar presente, o articulista, como regressou a casa por volta das 19.00 horas, não teve o prazer de conhecer tão alta personalidade.









O pai do Amigo Marcos, junto a porta da casa, este jovem senhor, havia chegado de Paris, como já fiz referência, mas não se sentiu afectado nem pelo jet leg nem pela mudança do fuso horário e ali estava fresquinho e de boa forma.




Ao casal amigo desejo as maiores venturas e prosperidaedes, nesse vosso novo ninho pelo Buda abençoado.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/JFmIJa6fLGE/bencao-da-minha-casa.html

ALMOÇO NO BECCOFINO - BANGKOK - 03Mar2011 02:52:00





O Restaurante Beccofino, fica situado na 146 Sukhumvit 55 Thong Lo soi 4 - Bangkok

Broccoli soup with bread croutons and sun dried tomatoes

Japanese tuna carpaccio with marinated vegetables and lemon dressing


Grilled beef tenderloin with spinach and rosemary sauce

Chocolate tower with mascarpone and coffe mousse

Coffee or tea


Os amigos, mais uma vez reunidos, neste optimo restaurante italiano, cujo afintrião foi o nosso Ilustre Confrade, Eng. Rui Belo.





O Ilustre Engenheiro e Amigo Rui Belo, com um quadro de marinharia, ofertado pelo articulista, reformando, desta forma, os laços de amizade.

O amigo Helder, pai do amigo Marcos do Vale, ilustre motar, que em terras de França labuta, e que adora o seu hobby de motar, como tal, leva da Tailândia, uma réplica da sua Honda de 1 800 cc.


O casal amigo Manuel Campos, a quem o mar muito lhe diz, e sendo o dia do aniversário de ambos, o articulista lhes ofertou este belo barco de pesca.

A malta amiga, confertanizando numa sala ao lado do resturante, numa zona onde é permitido fumar, e é desta forma que os portugueses, amigos, residentes em Bangkok, celebram com amizade a sua presença em terras de Sua Magestade, sem ser necessário lançar algum livro de tratados, pois a nossa amizade é só por si um Tratado Verdadeiro.


Noutro canto do recinto a rapaziada e seus filhos


A esposa e filho do Amigo Manuel Campos, a esposa do articulista e duas de suas filhas.

O casal amigo, Manuel Campos, ambos aniversariantes neste primeiro dia de Março.
O bolo esse náo foi comido no restaurante, deixando para os aniversariantes, o comer em sua casa, acompanhado talvez por um Dom Pérignon bem á maneira.
Que este belo dia, se repita por muitos e belos anos.




Um almoço de amizade e confaternião,
onde se reuniu esta pequena portuguesa comunidade,
que o Estimado Eng. e Amigo Rui Belo foi anfitrião
convivendo e comendo com toda a naturalidade

Foram momentos bem passados
onde os desencontros se encontraram
esquecendo momentos mal interpretados
e todos nós se abraçaram

A amizade continua, nesta bela e linda cidade
só portugueses com uma velha cultura
cheia de estimo e amizade
que há muitos anos perdura.

António Cambeta




VERDADEIRA AMIZADE
COSTUMA-SE DIZER QUE NINGUÉM PODE ESCOLHER
A FAMÍLIA EM QUE NASCE.
MAS É POSSIVEL SELECIONAR OS AMIGOS ,
QUE SÃO COMO A EXTENSÃO DA VIDA.
A AMIZADE, UM DOS SENTIMENTOS MAIS NOBRES
QUE EXISTEM, NASCE DE FORMA ESPONTÁNEA,
PURA E SE VAI DESENVOLVENDO ATÉ CHEGAR Á MATURIDADE.
CARACTERIZA-SE POR UMA AFINIDADE
MUITO GRANDE COM ALGUÉM,
BASEADA NO AMOR, NO CARINHO,
NA TERNURA,
NO RESPEITO
NA COMPREENSÃO,
NA TROCA E NA AJUDA.
A UM SENTIMENTO MUITO SINCERO,
QUE NÃO DEPENDE DA IDADE,
DE DINHEIRO
OU DE POSIÇÃO SOCIAL.
O AMIGO É UM DOM PRECIOSO,
QUEM ENCONTRA UM AMIGO,
CERTAMENTE ENCONTROU UM TESOURO.
A AMIZADE É UM SENTIMENTO LIMPO,
VERDADEIRO E PROFUNDO.
MAIS QUE UM IRMÃO,
O AMIGO É A OPORTUNIDADE
QUE DEUS NOS DEU
PARA ENCONTRAR A SUA METADE.
COM ELE, A PESSOA PODE-SE REVELAR
VERDADEIRAMENTE, DIZER NÃO, SEM MEDO DE FERIR,
SIM, SEM MEDO DE BALUJAR,
E AS VERDADES, SEM MEDO DE OFENDER.
ISSO PORQUE SE ACREDITA NA AMIZADE,
POR ELA SER INSENTA DE PAIXÃO.
NUM RELACIONAMENTO ASSIM
NÃO EXISTE A INVEJA,
ORGULHO OU RANCOR.
A VERDADEIRA AMIZADE É ETERNA,
COMO O AMOR .





Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/4hwFFZwZ6MQ/almoo-no-beccofino-bangkok.html


- 29Dez2010 10:58:00

CONSOADA DOS PORTUGUESES DO MUNDO EM BANGKOK

.
Peça de autoria do meu prezado amigo da "peitaça" Cambeta que informa de tudo que aconteceu, ontem dia da consoada em casa do meu compadre José Martins, Foi uma festa de Natal absolutamente de família e de amigos e como manda a tradição à portuguesa.
.

O articulista junto à porta de casa do seu estimado amigo José Martins, na Rama II em Bangkok, como se pode ver, o patriotismo está bem presente.
A Consoada é celebrada sobretudo em Portugal,e em todos os locais do mundo onde existam portugueses, no dia 24 de Dezembro de cada ano, o dia de véspera de Natal.
.
Esta tradição leva as famílias a reunirem-se à volta da mesa de jantar, comendo uma refeição reforçada. Por ser uma festa de família, muitas pessoas percorrem longas distâncias para se juntarem aos seus familiares.
Foi justamente o aconteceu ontem, nesta cidade de Bangkok, na casa de meu estimado amigo José Martins.
Refeição
.
A refeição da Consoada consiste, sobretudo, no bacalhau cozido, e termina com os doces, que são diferentes de região para região do país. Algumas destas sobremesas são a aletria, as rabanadas (no Norte do País), as filhoses, as filhó, o arroz doce (no Sul do País), os sonhos, coscorões, as broas castelar ou as azevias, para além do tradicional Bolo-Rei.
.
Os preparativos para a ceia, ficou a cargo do cozinehiro chefe, e especial amigo Manuel Campos, tivemos galinha assada, bacalhau, como não podia faltar, ganso e aletria para além de variados doces, confeccionados pela donzela Maria, filha do amigo José Martins, e um bolo de chocolate, feito pela minha esposa, tudo isto bem regado com uma pomada alentejana, um tintol de primeira, só eu não bebi, e o amigo Zé, preveriu o branco.
.
Foi uma ceia bem animada onde se juntaram cinco familias, sendo nós cinco portugueses, residentes na Tailândia, aliás quatro, pois o articulista vai e vem e se divide-se entre Macau e Bangkok.
.
É de salientar que as esposas do pessoal presente são tailandesas.
A Consoada e os Presentes de Natal. Em Portugal, e não só, depois da Consoada, é tradição fazer a distribuição dos presentes de Natal, ontem igualmente aqui em Bangkok, não foi excepção, houve presentes para todos, o nosso amigo Engenheiro Rui Belo, ofertou a cada casal um belo cesto de fruta.
.
.
A estimada filha do amigo Zé nos presenteou com uns bolos maravilhosos, por ela confecionados, e deu de presente ao pessoal algumas prendas bem giras.
.
A esposa do amigo Marco do Vale, igualmente ofertou umas molduras bem giras, quem ficou com cara de parvo, foi o articulista, que para além do bolo de cholate nada mais levou, a não ser a pança para se satisfazer com a bela comida a presentada.

O articulista na sala onde se realizou a ceia, até a árvore de Natal não faltou, e estava bem iluminada
O amigo José Martins em seus aposentos
Très dos cinco portugueses presentes. O articulista à esquerda, José Martins ao centro e à direita Manuel Campos
A turma foi aumentando e nesta foto se junto o amigo Marcos do Vale, envergando uma camisola da seleção nacional


A mesa estava bem composta, falta só o pessoal sentar-se à mesa e ir enchendo os copos, já comida essa não faltava.
Os maravilhosos biscoitos confecionados pela gentil filha do amigo Zé Martins


O bolo de chocolate confecionado pela esposa do articulista
O último a chegar foi o estimado amigo Engenheiro Rui Belo, mas tinha â sua espera um dos seus pratos favotitos, o famoso bacalhau e o tinto alentejano, mas o nosso ilustre patrício veio carregado com duas garrafas de tinto das caves Anadia, que comprou em Bangkok.
.
Aqui o nosso chefe de cozinha, Manuel Campos, junto de sua esposa e filho, cortando as galinhas.
O filho de novo amigo Campos junto com a esposa do amigo Marcos do Vale e sua filha.

Os três da vida airada, somente o articulista não estava com os copos.

O amigo Manuel Campos, uma pessoa expcional, descansando um pouco na sala e biblioteca do nosso amigo Zé, dando dois dedos de conversa.
Marco do Vale, sempre bem disposto

Foto onde se pode ver â esquerda a esposa do nosso amigo Zé Martins, e em plano de fundo, o casal Manuel Campos

O amigo Marcos ainda não perdeu os costumes de sua terra, mas desta vez foi pelo garrafão em vez da bexiga!...

Por fim a família Cambeta, não estando presente a sua filha mais velha, por motivos de serviço.
Para as filhas do articulista, foi uma experiência bem agradavel, ficando desta forma a conhecer mais um dos costumes bem lusos.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/Lk0paGJhyzs/consoada-dos-portugueses-do-mundo-em.html










Caretas de Vila Boa no Carnaval de Nice Fevereiro 2010 - 28Fev2010 08:23:00
















Já não se contam os país visitados pelos Caretos de Vila Boa em representação na França, Japão, Espanha......só falta Rio de Janeiro e Bangkok, acredito no sucesso deles porque nunca o povo trasmontano perde as tradições e raízes da terra.










Valente Jorge






presunto, pão, queijo, cerveja Bock, e salpicão nunca falta na mesa do trasmontano






obrigado J. Santos pelas fotos isso foi um sucesso.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/l-tbFVeLWPM/caretas-de-vila-boa-no-carnaval-de-nice.html

Nascer do sol - 05Fev2010 23:52:00

Hoje levantei me cedo, 5 da manha para tirar estas fotos do nascer do sol perto da minha casa.

















































Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/UmTransmontanoNaTailndia/~3/26E_uWHuJDA/por-do-sol.html



Painel controlo
  • Email:
  • Palavra-passe:
  • Lembrar dados
  • Ir administraçào


Anedotas
Um bêbado para o outro:
- Parece que há uma doença que se cura com whisky...
- E como se apanha essa doença?
Sondagens
"CHAN RAK KUN" é Amor em?
Marroquino
Albanês
Tailandês
Russo
Chinês
Indiano
Hungaro
Vietnamita
Timorense
Hebraico
Ibernise
JSL

rodinha26
Galeria
©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional