Aqui Tailandia

"PRONTO O HOMEM FOI BRILHANTE SEGUNDO SANTOS SILVA....!!!" - 15Dez2018 19:59:30

Foto: SERGEI CHIRIKOV //EPA
O ministro dos Negócios Estrangeiros esclareceu hoje, em Bruxelas, o que classificou como "um rol de incorreções" relativamente à atuação do antigo cônsul em São Paulo, e atual chefe de gabinete do ministro da Defesa, Paulo Lourenço.

Questionado sobre a investigação do Ministério Público ao antigo cônsul em São Paulo, noticiada no domingo pelo jornal Correio da Manhã, Augusto Santos Silva começou por salientar que desconhece "em absoluto seja o que for sobre inquéritos judiciais em curso", apontando que aquilo que pode dizer, enquanto ministro dos Negócios Estrangeiros, é que Paulo Lourenço desempenhou as suas funções de cônsul "com brilho", não foi alvo de qualquer processo disciplinar, não geriu qualquer conta bancária do consulado, nem tão pouco tratou de vistos 'gold'.
Apontando que apenas tem conhecimento da investigação porque leu na imprensa de domingo "que o Ministério Público tinha respondido afirmativamente, que havia um inquérito em curso", Santos Silva afirmou que aquilo que pode dizer, enquanto ministro dos Negócios Estrangeiros, é "repor a verdade", começando por esclarecer que "o anterior cônsul-geral em São Paulo, Paulo Lourenço, atual chefe de gabinete do ministro da Defesa Nacional, não foi chamado a Lisboa antes do tempo".

"Eu gosto que nós tenhamos opiniões fundadas em factos e os factos são estes: no que diz respeito ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, o ministério não desencadeou nenhum processo disciplinar em relação a essa personalidade. Essa personalidade não geriu pessoalmente seja que conta fosse do consulado que dirigiu. 
 
Não foi chamado antes do tempo. Desempenhou as suas funções, aliás, com brilho conhecido e público. Foi colocado quando regressou a Lisboa, estava em processo de colocação. Nem tratava de vistos 'gold', visto que os cônsules não tratam de vistos 'gold', nem o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras pediu fosse o que fosse", declarou.

Santos Silva sublinhou que, "portanto, o rol de incorreções é bastante grande, como é aliás costume nestes casos, infelizmente".

De acordo com a edição de domingo do Correio da Manhã, que cita a Procuradoria-Geral da República, em causa está um inquérito do Ministério Público relacionado com "a descoberta de uma alegada conta bancária" do consulado-geral de São Paulo com cerca de três milhões de euros indevidamente contabilizados.

A investigação ao antigo cônsul, agora chefe de gabinete do ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, "terá sido desencadeada" depois da descoberta de "alegadas irregularidades na concessão de vistos 'gold' a cidadãos brasileiros "por parte do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/e9ngk_2b4T4/pronto-o-homem-foi-brilhante-segundo.html

"VAI COM A PANCA ÀS COSTAS!" - 15Dez2018 11:42:00

Diplomata apanhado em escândalo sexual

09:06 por SÁBADO 0
Câmaras de vídeo apanham Rui Baceira em actos sexuais impróprios com segurança palestiniano suspeito de ser espião.
Foto: dr
Um escândalo sexual ocorrido nas instalações da representação diplomática de Portugal em Ramallah, na Palestina, obrigou o ministro dos Negócios Estrangeiros a propor a exoneração de Rui Baceira de chefe da missão.

As câmaras de vídeo internas captaram o diplomata em actos sexuais.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/gYQixnvrRSU/vai-com-panca-as-costas.html


"DO BLOG PAU PARA TODA A OBRA" - 14Dez2018 12:32:00

Políticos de merda

Os nossos políticos não merecem a nossa consideração, aceitação e votação. Acabam de cometer um crime que toda a gente tem de saber. Peço-vos fervorosamente que divulguem o mais possível o que vos vou dizer. 
 .
Um projecto-lei sobre os cuidadores de doentes de demência, vulgo, Alzheimer, foi rejeitado na Assembleia da República. Saberão os políticos o que é um cuidador informal? Saberão os políticos que os cientistas já concluiram que existem cerca de 250 tipos de demência? Saberão os políticos que os cuidadores é que sofrem e não é o doente. 
 .
O doente perdeu as faculdades e a memória não se apercebendo do que se passa à sua volta. Muitos fogem pela porta fora. Outros partem tudo em casa. Outros batem nos cuidadores. Outros quando os filhos chegam para os ver perguntam quem é este bandido que me vem matar. Outros estão acamados sem dizer nada. Outros vão podendo andar na rua desde que acompanhados. 
 .
Os cuidadores têm um trabalho de uma grandeza e dedicação profundas. Os cuidadores têm de deixar de trabalhar, normalmente é o conjuge que passa a cuidar do doente 24 horas, ou algum dos filhos. Para os cuidadores acabam-se os jantares fora, os teatros, os cinemas, as idas ao futebol, o convívio com os amigos, as férias, as viagens, etc. 
 .
Um cuidador não é remunerado por qualquer instituição estatal. E agora que havia a possibilidade de se aprovar legislação para beneficiar os cuidadores, reprovaram o que estava proposto. Maria Roseira de Belém deve estar desapontada e triste porque presidia à comissão que tentou que os cuidadores passassem a ser considerados oficialmente como serviçais do humanismo. 
 .
Ela que pergunte ao deputado António Filipe do PCP, que teve a sua querida mãe internada no mesmo lar onde esteve a minha mãe, quanto é dificílimo tratar de um doente com demência. 
 .
O que acabou de acontecer revolta-me para toda a vida, porque há mais de quinze anos, infelizmente, que sei bem o que é ser cuidador.

Deme?ncia.jpg


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/TlUSzxYZ4QE/do-blog-pau-para-toda-obra.html

Autoeuropa ameaça parar - 14Dez2018 08:08:00

Greve dos estivadores acumula veículos no Porto de Setúbal.



ANDRÉ AREIAS
Ao que a SIC apurou, se não houver acordo para o porto de Setúbal nas próximas 24 horas, a produção da Autoeuropa vai parar por tempo indeterminado. A ordem chegou da Alemanha.
.

A SIC já questionou o Governo mas até agora ainda não obteve qualquer reação.
.

"Amanhã vamos trabalhar, pelo menos no turno da manhã e no turno da tarde, mas não sabemos mais do que isso. O que sabemos é que a Base Aérea do Montijo, onde já temos milhares de viaturas, está no limite da capacidade e o parque da Autoeuropa no Porto de Setúbal também está completamente cheio", disse à agência Lusa um trabalhador da empresa.
.

"Todos nós começamos a estar preocupados com o arrastar desta situação que começou com a greve dos estivadores do Porto de Setúbal ao trabalho extraordinário durante o último verão, situação que, lamentavelmente, ainda continua por resolver", corroborou outro trabalhador da Autoeuropa.
.

A fábrica de automóveis da Volkswagen em Palmela produz diariamente mais de 800 veículos e já tem mais de 20.000 viaturas parqueadas na Base Aérea do Montijo e no Porto de Setúbal devido à paralisação dos estivadores eventuais, que recusam apresentar-se ao trabalho desde o passado dia 5 de novembro como forma de pressão para exigirem um contrato coletivo de trabalho.
.

Entre as empresas mais afetadas pela paralisação do Porto de Setúbal estão algumas das principais exportadoras da região, designadamente a Navigator, a Volkswagen Autoeuropa e a Lusosider.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/QqrEPIQEi4g/autoeuropa-ameaca-parar.html

MOÇAMBIQUE: PARQUE NACIONAL DA GORONGOSA - 14Dez2018 06:24:00

Image result for gorongosa national park

Devastada pela guerra, a vida selvagem deste parque, africano, está prosperando agora.
.
Uma geração, após a guerra civil, mais de 100.000 animais de grande porte povoam o Parque Nacional da Gorongosa, em Moçambique, um raro ponto de boas notícias.

.

Para o bem preparado artigo, com videos, cliqueAQUI




Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/c9x4rujNpxc/mocambique-parque-nacional-da-gorongosa.html

(In Blog O Jumento, 13/12/2018) - 14Dez2018 02:56:00

O Pai Natal também vai recorrer ao crowdfunding

(In Blog O Jumento, 13/12/2018)
cavaca3.jpg
Sem quaisquer sacrifícios uns quantos enfermeiros conseguem paralisar os principais bancos de cirurgia dos hospitais portugueses matando muitos coelhos com uma cajadada. Tiram uns dias de férias pagas, criam condições para provocar a morte de portugueses, ajudam a direita a chegar ao poder e ajudam ainda as contas dos hospitais privados.
A direita agradece, desestabiliza a democracia num momento em que está desorientada, ajuda os grupos privados da saúde que ao lado dos do ensino são os seus principais apoiantes e provavelmente financiadores e promovem a desestabilização do SNS para que ponham em causa a sua existência.
.
Tudo isto é legítimo em democracia, mas a partir do momento em que tudo é financiado de forma anónima também é duvidoso. Em finais do século XIX os trabalhadores solidarizavam-se para sobreviverem à fome quando faziam greve, mas à medida que os rendimentos dos trabalhadores foram melhorando essa solução entrou em desuso, e passaram a ser os sindicatos a dar apoio financeiro com base nas quotizações.
.
O financiamento privado de uma greve nada tem que ver com este passado, estamos perante grevistas que estão longe das dificuldades de outros tempos ou mesmo da maioria dos trabalhadores portugueses que têm feito greve. Mas pior do que ser privado é ser confidencial e, quando se sabe que num tempo recorde foi recolhido quase meio milhão de euros, e agora pede-se outro tanto (ver aqui), há razões mais do que legítimas para se poder suspeitar de que poderão ser interesses privados a financiar esta greve.
.
E quem nos garante que um dia destes não comecem a surgir sindicalistas a venderem-se para promover greves, para destruir setores do Estado, ou até para prejudicar umas empresas em favor de outras? Quando uma greve é financiada nestes termos tudo é possível, até porque a história mostra que os sindicatos têm um longo passado de vulnerabilidade à corrupção.
.
Em tempos um congresso de magistrados foi patrocinado por entidades como o BES; quem nos garante que daqui a uns anos os juízes não se lembram de seguir o modelo dos enfermeiros e bloqueiam a justiça portuguesa com recurso ao pagamento aos grevistas com base em receitas doadas ao abrigo do anonimato?
.
Enfim, agora que estamos na quadra natalícia começo a acreditar que existe mesmo o Pai Natal e que algum político enriquecido recebeu tudo do Pai Natal que, por sua vez, recorreu ao crowdfunding para conseguir o dinheiro para comprar uma casinha na Quinta do Lago, um Ferrari ou um iate para lhe oferecer.

Fonte aqui


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/DQBlRyU53Ow/in-blog-o-jumento-13122018.html

"APROVEITAMENTO DA DESGRAÇA" - 14Dez2018 02:52:00

Ana Leal: 30 novos casos suspeitos de casas reconstruídas ilegalmente em Pedrógão

  Image result for Incêndio de Pedrógão Grande

A prima da vice-presidente da câmara poderá ter sido favorecida ao beneficiar da reconstrução de uma casa onde não vivia na altura do incêndio e admite mesmo ter mentido com ordens claras da autarquia
Ler maisAqui 



Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/nr_dzdlKT_Q/aproveitamento-da-desgraca.html

E assim vai o Ensino em Portugal - 14Dez2018 00:34:00


E assim vai o Ensino em Portugal. Mesmo, ao que se pode ver, para meu espanto (!), nas Universidades.
E é esta canalha jovem que vai um dia dirigir empresas e o País??????????????????!!!!!!!!!!!!!!!!!
P******* que os p********!
Mas, porque raio um tipo não é teso e põe essa estrumalha de merda na ordem? Pelos visto, este cretino não foi capaz, limitando-se a umas reacções à posteriori, se calhar porque a legislação actual, de trampa, gente que ajoelha perante os alunos, assim o permite!
Isto está um caos! E um dia vamos pagar por isso. Com um país sem Autoridade ao nível do Estado!
Ponham estes trastes jovens na ordem de uma vez por todas! Porque raio se espera por isto?

Relato de uma aula moderadamente normal


«Na aula de ontem, tive de mudar de sala porque o computador, necessário para a projecção da Questão-Aula, estava em constantes actualizações e não arrancava.
Dada a turbulência da turma em questão, e para não incomodar as outras turmas, pedi aos alunos que se dirigissem, um a um, para outra sala, onde eu próprio já estivera no bloco anterior. Antes de eles chegarem à nova sala, liguei o computador, abri a minha sessão e preparei o documento a ser projectado.
Enquanto os alunos da turma iam saindo, comecei a ouvir algum barulho vindo da outra sala e uma aluna à porta a espreitar para o corredor. Como que se estivesse de vigia.
Decidi então ir ver o que se passava. Comecei por ver alguns alunos a rirem-se. Quando cheguei ao computador, este tinha sido desligado. Os cabos tinham sido retirados das respectivas tomadas e uma das tomadas estava mesmo danificada com o respectivo aro no chão.
Estavam na sala, nesse momento, oito alunos. Informei de imediato o Director de Turma, que verificou «in loco» a situação. Nenhum dos alunos assumiu as responsabilidades pelo sucedido ? ao invés, garantiram que o computador já estava desligado quando entraram, o que é obviamente mentira.
Antes de iniciar a Questão-Aula, identifiquei os alunos que estavam na sala no momento dos acontecimentos.
Nessa altura, o aluno X levantou-se exaltado a querer saber se eu estava a marcar falta disciplinar. Falou-me com maus modos e levantou-me a voz. Pedi-lhe que se sentasse, mas ao invés começou a falar ainda mais alto e a dizer que não era um cão. Estava visivelmente alterado e agressivo, razão pela qual marquei falta disciplinar e mandei sair da sala.
«Ainda vou ser suspenso à sua pala» ? disse a certa altura.
Começou por dizer que não saía, mas acabou por sair ao fim de alguns minutos.
À saída, alto e bom som, em frente a todos os alunos e ainda dentro da sala, ameaçou-me:
«Se for suspenso, você está fodido comigo. Aviso já».
Já durante a realização da Questão-Aula, num momento em que toda a turma estava em silêncio total a fazer a prova, a aluna Y gritou de repente:
? «Foi golo!».
Eram 18.12 h. Fui de imediato à internet e confirmei que naquele momento exacto o FC Porto (quem mais?) acabara de marcar um golo no seu jogo da Liga dos Campeões.
Como é óbvio, a aluna só pode ter sabido desse golo por estar com um telemóvel escondido. E da mesma forma que recebeu a notificação do golo do FC Porto, poderá também ter tido acesso à matéria que constava daquele instrumento de avaliação.
Pedi-lhe que me entregasse a sua Questão-Aula (que escreveu com tinta vermelha) e marquei-lhe falta disciplinar.»
Nota: Aposto que, para os Governos e ministros da Educação deste país, a culpa da indisciplina nas escolas deve ser ou dos professores ou dos alunos.
Filed Under: educação Tagged With: escolasindisciplina
Comments


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/SIkxMW_u7qA/e-assim-vai-o-ensino-em-portugal.html

"MENG WANZHOU AFIANÇADA POR 10 MILHÕES DE DÓLARES" - 14Dez2018 00:16:00


O CFO da Huawei, Meng Wanzhou, sai do cartório após a audiência de fiança nos Tribunais Superiores da Colúmbia Britânica em Vancouver, em 11 de dezembro de 2018.PHOTO: AFP

13 de dezembro de 2018, 5:00 da manhã SGT

VANCOUVER ? Um alto executivo da gigante de telecomunicações chinesa Huawei Technologies recebeu uma fiança de um tribunal canadense na terça-feira, 10 dias depois de sua prisão em Vancouver, a pedido de autoridades dos EUA, que provocou uma disputa diplomática.

Meng Wanzhou, diretora financeira da Huawei e filha de seu fundador, enfrenta acusações dos EUA de que ela enganou bancos multinacionais sobre transações ligadas ao Irã, colocando os bancos sob o risco de violar as sanções dos EUA.

Em uma audiência em Vancouver, na Colúmbia Britânica, o juiz William Ehrcke concedeu uma fiança de 10 milhões de dólares à Sra. Meng, que foi presa desde 1º de dezembro. O tribunal explodiu em aplausos quando a decisão foi anunciada. Ms Meng chorou e abraçou seus advogados.

Entre as condições para sua fiança, o executivo de 46 anos deve usar um monitor de tornozelo e ficar em casa das 23h às 6h. Cinco amigos prometeram eqüidade em suas casas e outro dinheiro como garantia de que ela não fugirá.

Se um juiz canadense decidir que o caso contra Meng é forte o suficiente, o ministro da Justiça do Canadá deve decidir se a extraditará para os EUA. Se assim for, ela enfrentaria acusações de conspiração dos EUA para fraudar várias instituições financeiras, com uma sentença máxima de 30 anos para cada acusação.

A prisão de Meng aumentou ainda mais as relações da China com os Estados Unidos e o Canadá, em um momento em que as tensões já são altas com a guerra comercial e as acusações americanas de espionagem chinesa.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Reuters na terça-feira que vai intervir no caso do Departamento de Justiça dos EUA contra Meng se isso servir aos interesses de segurança nacional ou ajudar a fechar um acordo comercial com a China. China chama prisão de Huawei CFO Meng Wanzhou um 'erro'

Falando em Pequim, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Lu Kang, disse que a prisão de Meng "foi um erro desde o início".

"Já deixamos clara nossa posição para os Estados Unidos e o Canadá, que devem corrigir imediatamente seu erro e libertar Meng Wanzhou", disse ele em entrevista coletiva.

"Qualquer pessoa, especialmente se é um líder dos Estados Unidos, ou uma figura de alto nível, que está disposta a fazer esforços positivos para empurrar esta situação para a direção correta, então isso, é claro, merece ser bem recebido, "Sr. Lu acrescentou.
 
Um desenho do diretor financeiro global da Huawei, Meng Wanzhou (à esquerda) em seu escritório de B.C. Audiência da Suprema Corte para fiança em Vancouver, Canadá, em 7 de dezembro de 2018.

A China ameaçou graves conseqüências, a menos que o Canadá libertasse Meng imediatamente, e analistas disseram que a retaliação de Pequim pela prisão seria provável.

Meng, que foi presa quando estava mudando de avião em Vancouver, disse que é inocente e contestará as alegações nos EUA se for extraditada.

Terça-feira foi o terceiro dia de audiências de fiança. A defesa de Meng argumentou que ela não era um risco de fuga, citando seus laços de longa data com o Canadá, propriedades que ela possui em Vancouver e teme por sua saúde enquanto está encarcerada.

Sua família assegurou ao tribunal que ela permaneceria em Vancouver em uma das casas de sua família em um bairro abastado. Seu marido disse que planeja trazer a filha do casal para Vancouver para frequentar a escola.

"Estou convencido de que sobre os fatos particulares deste caso ... o risco de seu não comparecimento em juízo pode ser reduzido a um nível aceitável pela imposição de condições de fiança", disse o juiz, acrescentando que ele também foi persuadido pelo fato. Meng era uma empresária bem-educada, sem antecedentes criminais.

Meng foi condenada a reaparecer no tribunal em 6 de fevereiro para fazer planos para novas aparições.

A Huawei, que fabrica smartphones e equipamentos de rede, disse que está ansiosa por uma "resolução oportuna" do caso. "Temos toda a confiança de que os sistemas legais do Canadá e dos EUA chegarão a uma conclusão justa", afirmou, acrescentando que está em conformidade com todas as leis e regulamentações em que opera.

REUTERS


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/mqcrYof99ws/meng-wanzhou-afiancada-por-10-milhoes.html

O COSTA ASSINOU DE CRUZ.....SEM CONSULTAR OS PORTUGUESES - 13Dez2018 23:06:00

SOCIALISMO > a morte lenta de qualquer país
O COSTA ASSINOU DE CRUZ.....SEM CONSULTAR OS PORTUGUESES
.
À MARGEM: O Tony Costa assinou como um DDT. O Tony Costa foi atrevido porque ele não é nada em Portugal. O Tony Costa é um dos filhos de Afonso de Albuquerque, que este, estupidamente, deseja a caldeação da raça lusitana com a indiana. As Migrações é o fim da nobre etnia a Lusitânia. Aldeias a dar o "berro", dado que por lá só há velhos a viver, poderão vir a ser ocupadas por gente que nada tem a ver com as gentes de Portugal. São intrusos como o DDT Tony Costa o é em Portugal. Aqui não há racismo, mas sim cada macaco em seu galho. O Tony Costa que regresse às raizes, oportunistas nunca fizeram falta em Portugal! 
José Martins


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/eU-VI1B8Ny0/o-costa-assinou-de-cruzsem-consultar-os.html


"CAPÁ-LO E PONTO FINAL!" - 13Dez2018 21:36:00

Cardeal George Pell condenado por abuso sexual de menores

Por ordem do tribunal, os meios australianos estão impedidos de reportar o caso.

Cardeal George Pell condenado por abuso sexual de menores
Há 9 Horas por Notícias Ao Minuto 
MundoAustrália 
.
O cardeal australiano George Pell, figura de relevo na Igreja Católica que foi ontem afastado do Vaticano, foi condenado esta quinta-feira por abuso sexual de menores em Melbourne, na Austrália.
.
O jornal National Catholic Reporter reporta que a condenação terá sido unânime por parte dos 12 membros do júri. Em causa estão duas acusações de abuso sexual de menores. O cardeal deverá apresentar recurso.
.
Recorde-se que, na quarta-feira, George Pell foi afastado pelo Papa Francisco do Conselho de Cardeais. Atualmente com 77 anos, o cardeal que tinha sob sua tutela as contas do Vaticano abandonou Roma em 2017 para ser julgado no seu país natal.
.
O caso tem gerado polémica na Austrália, com órgãos de comunicação social a queixarem-se de "censura" por terem sido impedidos por ordem judicial de reportar quaisquer contornos do julgamento. 
.
Segundo  a agência EFE, dos dois menores que terão sido vítimas de abuso já morreu enquanto o outro testemunhou em tribunal por videoconferência. Os nomes das vítimas não foram revelados.
George Pell declarou-se inocente em tribunal mas, após três dias de deliberações, os jurados consideraram-no culpado das acusações.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/cAFAsab3PLU/capa-lo-e-ponto-final.html

?MOSTRE LÁ ISSO E.... LIXOU-SE!? - 13Dez2018 21:11:00



Deputado do PS tramado por vídeo sexual divulgado na Internet.
.
Cena filmada pelo político em junta de freguesia caiu nas redes. 
.

Por João Tavares|01:30 partilhe 2656 2 1 / 2 
.

Avelino Conceição é deputado do PS na Assembleia da Madeira .
 .
Enquanto esta quarta-feira, às 14h30, decorria a sessão da Assembleia Legislativa da Madeira, o deputado socialista Avelino Conceição encontrava-se na PJ do Funchal. 
 .
Apresentava queixa contra desconhecidos, depois de ter sido posto a circular em grupos do WhatsApp e do Facebook um vídeo de dois minutos em que o político surge sozinho em ato de cariz sexual. 
 .
Um ato que terá sido cometido, em data incerta, no interior das instalações da Junta de Freguesia de Água de Pena, à qual presidiu entre 2013 e 2017 e onde até 1 de novembro exerceu o cargo de ?vice?. 
.
O deputado vê-se, assim, envolvido num escândalo sexual que está a chocar a ilha da Madeira. "Estou neste momento na Polícia Judiciária", disse esta quarta-feira Avelino Conceição, questionado pelo CM, ao telemóvel, antes de desligar a chamada. 
 .
O coordenador da campanha de António Costa na Madeira, em 2014, não voltou a atender chamadas nem respondeu a mensagens. No vídeo vê-se uma troca de mensagens. "Quero muito ver o seu... Mostre rapidinho." É então que surgem as imagens mais ousadas. As autoridades investigam agora a divulgação do vídeo. Encontro com mulher combinado na net 
 .
No vídeo com dois minutos e sete segundos de duração, e ainda antes das imagens de teor sexual, é vista uma troca de mensagens entre o deputado e uma pessoa desconhecida, que aparenta ser uma mulher. É combinado um encontro numa segunda-feira à tarde. 
 .
É então que a pessoa do outro lado da webcam pede que o político exiba as partes íntimas, o que acaba por acontecer. Avelino apresentou agora uma queixa contra desconhecidos.

Ler mais em:AQUI


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/ju8mXPTaAFo/mostre-la-isso-e-lixou-se.html


"RECEBIDO DE UM AMIGO E O PRAZER DE PUBLICARMOS" - 13Dez2018 20:17:00





Caro José Martins


Junto um ensaio de reflexão que elaborei, na quietude da aldeia, sobre a CPLP e a China para a sua apreciação.


Abraço. JMA
.

J O Ã O    M A R Q U E S   D E   A L M E I D A ? INTERNATIONAL CONSULTANT
ASSUNTO: A China e a Cooperação Global                                                  Nov 2018
1 - PRÓLOGO - Neste ensaio, pretendemos traçar um panorama acerca do impacto da realidade chinesa na conjuntura do ano que agora se vai iniciar.
Ao começar o ano 2017, uma questão se levanta: será mais caótico do que 2016, ou contemplado com mais estabilidade e certezas?
2017/18, tem sido palco de muitos inesperados cisnes negros: o Brexit, a situação em Itália, a tentativa de golpe de Estado na Turquia, os actos terroristas, o fluxo de refugiados, o estilo do Presidente Trump nos Estados Unidos mais isolacionista e a presente situação em França, que, certamente, terão continuado impacto em 2019. Durante esse ano, as eleições Europeias terão, certamente, influência pertinente na conjuntura europeia e mundial.
De forma a transmitir uma perspectiva o mais clara possível referente ao corrente ano, procuraremos organizar o texto nas seguintes partes: a presente Realidade na China, o impacto da iniciativa estratégica ?ONE BELT, ONE ROAD? e as relações Portugal/CPLP ? China; ao terminar, com consequentes ilações e algumas recomendações de carácter próprio e com particular atenção ao contexto global.

2 - A ACTUAL REALIDADE NA CHINA ? A República Popular da China (RPC) é um país milenário, mas simultaneamente também jovem no contexto global; ao longo de três décadas após a política de abertura, a China alcançou um sucesso espantoso, tornando-se na segunda maior economia planetária e demonstrando uma vitalidade e dinamismo sem paralelo na história da humanidade. Contudo, para se tornar socialmente num país moderno, a China como o maior país emergente, ainda tem um longo caminho a percorrer. Com o engrandecimento da RPC e o aprofundamento e ampliação da abertura, as relações entre a China e os outros países estão a protagonizar uma mudança histórica; a China está a ter um papel cada vez mais participante e fomentador activo do sistema global e da ordem internacional e contribuindo cada vez mais para o desenvolvimento mundial.
Se encararmos a crise económica mundial e considerando o ritmo mais moderado do crescimento chinês, todos os olhares estão focados e atentos ao actual Plano da China 2014/2020 e como pode colaborar na economia mundial. Este 13º Plano, terá um impacto decisivo no desenvolvimento sustentável da China nas próximas décadas e,
                                                                                                                                               Pag. 02
além disso, também terá uma influência apreciável na economia mundial. De facto, até à situação actual a China, tem sido um país com grande ascendência na economia de transformação; no futuro, como a economia chinesa está presentemente na fase final do desenvolvimento da industrialização, existe um espaço muito significativo para fomentar o sector dos serviços e o aumento de consumo das populações.
O citado Plano 2014/2020 vai ter um papel crucial no processo de modernização da China, porque a fase mais importante da reforma estrutural vai acontecer em 2020 e essa metamorfose da economia chinesa irá definir o desenvolvimento futuro da potência oriental; essa mutação vai ser orientada por quatro tendênciasprincipais: 1. A estrutura da economia passará a ter no sector dos Serviços (terciário) a sua alavanca principal e estando a China, como se referiu, na fase descendente e estabilizada da industrialização, existe um espaço enorme para desenvolver rapidamente o sector dos serviços; se compararmos esse sector com o dos países desenvolvidos e mesmo com a Rússia e a Índia, na China é inferior; durante o presente Plano a percentagem da indústria dos Serviços não deve ser inferior a 55-60%, aparecendo a necessidade interna do fomento dos Serviços, tais como a Investigação, Finanças e Logística, como áreas principais; essas condições provocam um crescimento rápido de forma a reformar a economia; se em 2020 a percentagem dos Serviços não for inferior a 56% significará que, em termos de protecção do meio ambiente, que o consumo total de energia vai descer 14,6% e que a emissão de dióxido de carbono descerá 18,23%. 2. Durante o Plano o desenvolvimento da urbanização da população entrará numa nova etapa: no início da abertura da China (fim dos anos setenta do século passado) a urbanização da China era menos que 20% e em 2016 de 55% e a previsão para 2020 será superior a 60%, o que significa que mais trabalhadores rurais passarão a laborar nos centros urbanos e podem ser abrangidos pelas regalias dos serviços sociais dos cidadãos, logo que obtenham o estatuto de residência. 3. Em 2020, se a urbanização dos chineses se mantiver acima dos 60%, o aumento do investimento nas instalações públicas das cidades será superior a 5.0 triliões de USdólares, o que tem um significado importante para o crescimento económico da China; além disso, vai simultaneamente incrementar o consumo; a diferença do nível de consumo entre as áreas urbanas e rurais é muito acentuada, sendo o rendimento médio dos cidadãos 2,5 vezes maior do que o dos rurais e o consumo cerca de 3 vezes; em 2020 prevê-se que 200 milhões de pessoas do campo se transfiram para centros urbanos o que vai originar um consumo de 1,5 triliões de USdolares, valor que se prevê atingir cerca de 6,5 triliões, em 2030; a estrutura do consumo está sofrer uma mudança enorme, sendo que o consumo dos serviços, incluindo a saúde e a educação foi de 40% em 2015, mas estima-se que seja, em 2020, de 60%, com o sector da saúde a aumentar para valores superiores a 1,0 trilião de USdolares; com a transformação e reforma da estrutura do consumo e da população, a China será o país com o desenvolvimento mais rápido do planeta; a
                                                                                                                                              Pag. 03
contribuição do consumo para a economia foi em 2016 de 66,4% e a previsão que esse valor deve estabilizar durante os próximos dez anos; um dos sectores com maior crescimento será na emissão de turistas que se estima seja de 165 milhões, em 2020, pelo que os países com condições e facilidades turísticas adequadas devem estar atentos a essa nova realidade. 4. Esta última tendência será a formação básica da estrutura nova do comércio externo, tendo como principal componente o comércio de serviços; actualmente, a China sendo o segundo maior país no comércio externo, tem uma percentagem relativamente baixa no comércio de serviços; em 2014, o comércio de serviços ocupou globalmente 20,6% do comércio externo, mas essa percentagem na China foi apenas de 12,3%; no final do presente Plano vai atingir os 20,0%; a importância de conseguir este nível de comércio de serviços é crucial para o crescimento da economia chinesa e, também, para a globalização; o comércio de investimento em que a RPC está a participar activamente engloba em grande parte o comércio de serviços, que representou nas trocas entre a Europa e a China no ano transacto apenas 13,2% no total da permutação comercial.
Se estas tendências previstas se concretizarem, a China vai ter uma excelente base para um desenvolvimento sustentável a longo prazo; se esta reforma for um sucesso, daqui a cinco anos será possível a China ter um crescimento anual estável de 6,5/ 7,0% e essa realidade não será caracterizada apenas por elevada velocidade mas, em simultâneo, por uma estrutura e qualidade melhoradas, A China está e vai continuar a encorajar empresas a investir no estrangeiro; se estas circunstâncias se corroborarem, a RPC vai assumir um papel mais relevante e responsável na economia mundial: Os recentes problemas na situação das bolsas reflectem e denotam falta de eficácia no sistema de supervisão; o governo chinês vai, em breve, introduzir alterações para ter um sistema com uma estrutura mais adequada e eficaz e tudo indica que, que com essa reforma o mercado de capitais vai melhorar, pois actualmente não reproduz o respectivo desenvolvimento económico chinês.
Para concluir esta análise à realidade chinesa, transcrevo as citações do Presidente Xi Jinping proferidas em Dezembro de 2016:
   ?1.A landslide victory - Xi said: The preliminary effects of ´do not and dare not corrupt´ are emerging, and a landslide victory against corruption is in making.
     2. Officials should not involve immediate family members in their work - Xi quote: People who want to teach the world should first discipline their own families and themselves. Officials should not use their immediate relatives, or else it will bring disaster to the country. One should not harm others, and one should set a good example for one´s descendants.
   
                                                                                                                                                Pag.04
     3. Four consciousnesses - Xi urges officials establish ´four consciousnesses: namely ideology, the whole, the core and the line, steadfasty carry forward major reform measures.
    4. New relationship between politics and commerce - Xi´s quote: the new relationship between politics and commerce must be defined by ´clear and close ties´.
    5. Cultural confidence - Xi said: ´Cultural confidence is more fundamental, more extensive and more profound´.
    6. Staying true to the mission - Xi´s quote: ´No matter how far we travel and to whatever bright future, we should not forget what we have done and why we set out to do it´.
    7. Long March spirit - Xi´s quote: ´No matter to which stage our undertaking has developed and how great the achievements we have made, we should carry forth the Long March spirit and advance a new  ´long march´.
    8. A garden shared by all countries - Xi said: It is intended to build not China´s own backyard garden, but a garden shared by all countries.
    9. Four benefits - Xi´s quote: ´Promote reform that adds momentum to economic development, protects social justice, strengthens people´s sense of having gained and activates the enthusiasm of the masses and cadres´.
    10. Family virtue and civility - XI said: People from all walks should work for ´a new trend toward socialist family values´ featuring love for the nation, family and one another, devotion to progress and kindness, and mutual growth and sharing.?.

É importante notar que todas as reformas indicadas têm como base todas as forças  próprias da China sem considerar o que acontece no resto do mundo. Contudo, uma vez que o mundo é global e interactivo, o Governo chinês enfatiza a iniciativa estratégica ? Uma Faixa, uma Rota? ( ONE BELT, ONE ROAD - OBOR) enunciada pelo Presidente Xi Jinping no Outono de 2013 cuja essência é a proactiva  política global da China, e abrange ligações via terrestre ?Silk Road Economic Belt?e ligações via oceânica ?Maritime Silk Road?, para serem implementadas durante o século XXI.

3 ? UMA FAIXA; UMA ROTA ( ONE BELT; ONE ROAD- OBOR)- Sucedânea da secular Rota da Seda que se manteve durante séculos e constituiu o mais importante elo comercial entre a Europa e a China. Esta renovada iniciativa é mais ambiciosa, pois
                                                                                                                                                Pag.05
compreendendo uma faixa de ligação terrestre e uma rota marítima conectando o Pacífico, o Índico e o Atlântico, dotadas de tecnologias actuais e cobrindo áreas de cooperação de impacto bem superior ao comercial.  De facto, Beijing empenha-se em estabelecer uma rede inteligente de infra-estruturas Euroasianas, criando, centradas na China, novas redes de oleodutos e de linhas de caminho de ferro e, adicionalmente, rede de rotas oceânicas e expansão de portos de águas profundas. Com o OBOR a liderança chinesa pretende primariamente prosseguir três grandes objectivos:
    *Diversificação Económica
    *Estabilidade Política
    *Desenvolvimento da Multipolar Ordem Global
Na perspectiva económica, a China empenha-se no sentido que o fomento de renovadas redes de comércio, novos mercados e modernas fontes de energia, possam resultar em incentivos ao crescimento e na redução de dependências; por outro lado, a expansão das infra-estruturas de transporte, irão permitir alargar a produção chinesa, através da relocalização de unidades noutras geografias.
No contexto político, a liderança chinesa tem expectativas que a iniciativa OBOR possa estabilizar as Províncias Ocidentais, bem como problemáticos países vizinhos, tais como, o Paquistão e o Afeganistão; ao financiar maioritariamente as infra-estruturas cruciais para a iniciativa, a China tem igualmente capacidade para aumentar a sua influência política.
Em matéria da China se constituir parte activa na criação da multipolar ordem mundial, os lideres chineses procuram ter um papel relevante na reforma do sistema internacional: o projecto OBOR tem intenção de participar e influenciar um novo modelo das relações internacionais; a liderança de Beijing refere a implementação de uma ?Comunidade de Destino Comum? cujos elementos essenciais são mais conexões na Euroásia, cooperação de mútuo interesse (win-win concept), recíproco progresso e prosperidade, bem como a preservação do princípio das Nações Unidas de não interferência nas questões internas de outros Estados. Até ao presente a iniciativa OBOR não está hipotecada a qualquer estrutura internacional e é essencialmente um conceito e um objectivo estratégico e ainda não é transparente se a iniciativa será realizada através dum processo bilateral ou multilateral.A liderança chinesa refere o OBOR como um processo inclusivo, ou seja, no qual todas as partes são convidadas a definir a sua participação e a promover a iniciativa em função dos seus próprios interesses económicos. Os primeiros passos na sua institucionalização foram dados com a criação do Banco Asiático de Infra-estruturas Internacional (AIIB) e o Fundo da Rota da Seda, como fonte de financiamento dos projectos da OBOR. Em Maio de 2016,
                                                                                                                                                Pag.06
a China e a Rússia acordaram fazer a conexão da OBOR com a Programa Russo para o Desenvolvimento da Sibéria, e acordaram ainda em fazer a ligação com a União Económica Euroasiática; em Junho de 2016, a China assinou um Memorando de Entendimento com a Hungria para promoverem em conjunto a OBOR iniciativa, através dum Grupo de Trabalho conjunto (task force).
A iniciativa OBOR do século XXI tem um enfoque bastante mais dilatado do que as áreas do comércio, das infra-estruturas e energia, pois, desde 2016, a cooperação entre a China e os países ao longo das rotas foi expandida para a educação, a cultura, a saúde e as telecomunicações. Se as conexões consistentes da OBOR definem países geográ ficamente próximos , as ligações flexíveis, induzem os povos a juntarem-se.
Até ao presente, mais de 100 países e organizações internacionais expressaram a disposição de activamente apoiarem e aderirem a essa iniciativa, 56 dos quais já assinaram acordos de cooperação com a China. Em Junho de 2017, o Presidente Xi Jinping durante uma intervenção no Parlamento de Tashkent, capital do Usbequistão, foi mais longe e bem claro: a iniciativa pretende a construção dumacooperação entre Estados inteligente, pacífica, medicinalmente saudável e ambientalmente consistente; uma rota medicinalmente saudável significa uma estreita cooperação na saúde e nos cuidados médicos com os países aderentes, uma rota inteligente para incentivar a cultura e uma rota pacífica com o intuito de implementar um compreensivo, cooperativo e sustentável conceito de segurança nos países envolvidos, visando a promoção da estabilidade e paz mundial.
Em 2017, a cimeira da OBOR, realizou-ser na China, e teve como objectivos principais: a actualização do mapa da iniciativa, a exploração de oportunidades de negócios e o aprofundamento do desenvolvimento estratégico entre a China e os Países alinhados O acordo obtido com a Assembleia Geral das Nações Unidas para no futuro promoverem a OBOR demonstra que a sua construção envolve não apenas a China, mas igualmente muitos países ao longo das rotas e o mundo em geral.
No período de 2013 /2017 a iniciativa UMA FAIXA; UMA ROTA (ONE BELT; ONE ROAD)  teve já uma longa lista de sucessos:
   - NA ÁSIA CENTRAL: em Maio de 2014, a primeira fase da plataforma logística China - Casaquistão foi inaugurada e assinalou a activação da primeiro acto Faixa, ligação terrestre; no mesmo mês, a reconstrução da central eléctrica de Bishkek, no Quirgui- zistão foi iniciada; em Junho de 2014, o oleoduto de gás natural da China - Ásia Central foi concluído; em maio de 2015 foi iniciado o projecto do caminho de ferro de Vahdat para Yovon, no Tajiquistão focado na finalização do projecto ferroviário da Faixa terrestre da iniciativa estratégica; no mês de Março do ano transacto foi concluído o túnel Kamchiq de 26 Km no Usbequistão.
                                                                                                                                                Pag.07
    - NO SUESTE DA ÁSIA: em Setembro de 2013, o gasoduto da China/Myanmar foi concluído; no mês de Janeiro de 2015, o oleoduto da China/Myanmar entrou em funcionamento; em Abril de 2015 foi iniciada a construção da Central Térmica Hai Duong; a primeira fase da construção da central eléctrica a carvão em Yongxin, no Vietnam, completou-se em Julho de 2015 e é o maior investimento da China naquele país; em Setembro de 2015, foi concluída a Estação hidroeléctrica de Yon, no Vietnam; foi iniciada a construção da linha ferroviária da China/Tailândiano mês de Dezembro de 2015; na mesma data começou a construção do caminho de ferro da China/Laos; em Junho de 2016, a Zona Económica Especial de SihanoukVille para ter a presença de 100 empresas da China e do Cambodja; o projecto do Cambodja do Sistema de Telecomunicações do Sueste Asiático foi concluído em Outubro de 2016, fazendo parte do ?Belt and Road? da China/Cambodja.
    - NO SUL DA ÁSIA: em Janeiro de 2016, foi iniciada a construção da Estação Hidroeléctrica de Karot, noPaquistão; foi concluída a segunda fase da construção do Porto de Hambantota no Sri Lanka, em Agosto de 2016, que constituiu uma importante etapa da Rota Marítima, com capacidade de oito docas e 100.000 toneladas; no mesmo mês, foi iniciada a construção da Ponte Padma, no BanglaDesh que é o maior projecto ultramarino duma empresa chinesa; no mês de Novembro de 2016, entrou em funcionamento o porto de águas profundas de Gwadar, no Paquistão e aberto o corredor do comércio China/Paquistão.
    - NO MÉDIO ORIENTE: em Janeiro de 2016, a Refinaria de Yanbu, na Arábia Saudita entrou em funcionamento e foi o maior investimento da Chinanaquele pais árabe; a construção da linha eléctrica de alta tensão na secção de Borolus ? Itay, no Egipto foi iniciada e é o primeiro grande contracto na cooperação China ? Egipto.
    - ÁFRICA: em Janeiro de 2015, iniciou-se a construção da via férrea Mombaça ? Nairobi, com a extensão de 480 km, sendo o maior investimento de caminho de ferro no Quénia no último século e é totalmente chinês; a ligação por via férrea de Abuja para Kaduna, no Quénia, com 1315 Km, foi iniciada, em Outubro de 2016, e constituiu o primeiro grande investimento da China em África; no mês de Outubro de 2016, a mais moderna via férrea eléctrica construída por empresas chinesas e conforme os parâmetros da China foi inaugurada no Djibouti; em Novembro de 2016, a China conseguiu a primeira licença bancária em África, com o estabelecimento, em Djibouti,  do ?Silk Road International Bank?.
    - EUROPA:  em Junho de 2015, o projecto do caminho de ferro de alta velocidade de Moscovo - Kazan, na Rússia, foi aprovado e constituiu o primeiro contracto de alta velocidade da China na conjuntura global; no mesmo mês, a secção chinesa da construção do gasoduto China ? Rússia; em Novembro de 2015, a China e 16 Paises da
                                                                                                                                                Pag.08
de Leste e Central assinaram um Plano de Cooperação a médio prazo para, em conjunto, construírem as infra-estruturas da OBOR naquela área europeia; a construção da via férrea de Budapeste ? Belgrado foi iniciada, em Dezembro de 2015; no mês de Abril de 2016, uma empresa chinesa adquiriu a siderurgia de Smederevo, na Sérvia; em Junho de 2016, foi oficialmente iniciada a ligação ferroviária da China para a Europa, através da empresa chinesa China Railway Corporation, para ligar cidades chinesas à Europa; uma empresa chinesa adquiriu uma das três maiores siderurgias, ZDAS, na República Checa, no mês de Agosto de 2016; no mesmo mês, uma empresa chinesa adquiriu o Porto de Pireu, na Grécia, e assumiu a respectiva gestão; em Setembro de 2016, foi operacionalizada a ligação ferroviária de contentores entre Lanzhou, na China e o Parque Industrial da Belarússia, tendo o planeamento do tráfego, da electricidade, do abastecimento de água, do saneamento, das telecomunicações, da TV por cabo e do gás entre os dois países sido basicamente concluído; no mesmo mês, uma empresa chinesa acordou financiar o projecto nuclear Hinkley Point C, no  Reino Unido.
É de realçar a significativa relevância do crescimento das ligações ferroviárias da China com a Europa. De facto e em conformidade com atestações dum membro do Conselho de Gestão da companhia ferroviária alemã ( Deutsche Bahn- DB) o aumento de transporte de carga da China para a Alemanha tem sido explosivo; iniciada esta ligação em 2008, atingiu, em 2016, a grandeza de 40.000 contentores por ano, com a previsão de 100.000, em 2020. A viagem de cerca de 12.000 quilómetros, necessita de 12 a 16 dias e atravessa o Cazaquistão, a Rússia, a Bielorússia e a Polónia; mesmo demorada é cerca de metade do tempo necessário para ligação marítima; esta ligação de via férrea é realizada pela companhia chinesa ? China Railway Corporation? e a DB tem cerca de 5.000 funcionários a trabalhar na China numa subsidiária, DB SchenKer, para apoio logístico a essa ligação ferroviária de alta velocidade. No final de 2016, foi iniciada a ligação por via férrea entre Iiwu, na Província de Zhejiang e Londres com a duração de 18 dias; esta é a 15ª ligação ferroviária de alta velocidade directa de carga entre a China e a Europa; estas ligações ferroviárias são consubstanciadas no quadro da iniciativa global ? One Belt, one Road?(OBOR).

4 ? RELAÇÕES PORTUGAL/CPLP - CHINA: O Governo de Beijing estabeleceu, em 2003 com sede na Região Administrativa de Macau (RAEM) o Fórum para a Cooperação Económica entre a China e os Países de Língua Portuguesa (CPLP), também designado como Fórum Macau. Existe uma nítida razão pelo interesse da China nos Países de Língua Portuguesa: a vasta disponibilidade de recursos naturais (  limitados na China);
                                                                                                                                                                                                                                                    Pag. 09
 de realçar, no entanto, que nos cálculos da bio-capacidade não estão incluídos os recursos minerais (petróleo, ferro, alumínio, etc), mas somente os da capacidade regenerativa da biosfera (terra agrícola, pastagem, floresta e mar produtivo). Acresce ainda o posicionamento geoestratégico dos Países Lusófonos, plantados nos diversos continentes.
A China apercebeu-se facilmente que a CPLP era um antigo império à deriva, sem liderança, que lhe estava a ser oferecido de bandeja, em Macau, após a devolução deste território no final de 1999. A grande maioria dos países oficialmente falantes em português dispõem de riqueza em recursos naturais e a antiga potência imperial ? PORTUGAL- não tinha condições para essa nova era de uma complexa e exigente globalização. A China, pelo seu lado, detém todas as capacidades para substituir, nesse espaço global, o vazio deixado pela antiga potência europeia, em crise e desorientada: recursos humanos baratos, dinâmicos e preparados tecnicamente, elevada auto-estima, um território que estava associado ao antigo império (Macau), um enorme mercado ávido em bens alimentares e minerais e produtos de exportação com preços muito competitivos
Era pois, natural e legítimo a China tentar ocupar uma presença nesse espaço, vastíssimo e que, apesar de disperso devido à singularidade da anterior presença portuguesa, ainda mantém uma consistente rede de relações, nomeadamente através da língua e da cultura e obviamente afectivas. Estes fundamentos, na nossa óptica, estão na base do convite da China para Portugal ser um instrumento crucial nas ligações à CPLP. Por enquanto, existe a ideia que todos os parceiros estão a beneficiar com o modelo definido pelos chineses, sendo os valores do sucesso do Fórum Macau absolutamente avassaladores. De facto, Angola a partir de 2008 passou a ser o maior fornecedor de petróleo à China, ultrapassando a Arábia Saudita e é o principal parceiro comercial do gigante asiático em África; por sua vez, o Brasil tem exportado quase metade da sua produção em soja e fornece o ávido cliente asiático de minério de ferro, ocupando o terceiro lugar nos abastecimentos dessa matéria prima. Esta enorme país da Lusofonia já tem na China o seu segundo parceiro comercial e representa para ela o primeiro da América Latina.
Na realidade, nenhum país, incluindo Portugal, ganharia em se opor à persistência chinesa em entrar no clube lusófono; não podendo, como é óbvio, pertencer à CPLP, a China, por iniciativa do próprio Governo de Beijing, criou o Fórum Macau, com uma linha de financiamento de mil milhões de USdolares e apresentando-se interna- cionalmente como o maior defensor da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, ao ponto de ter vindo a financiar cimeiras e conferências dessa Comunidade. Por outro lado, já deu luz verde para a RAEM aderir à CPLP.                                                                                                                                              Pag.10
Afinal, valeu a pena?..mesmo que infelizmente os ocupantes do espaço europeu da Comunidade que se expressa em português, não saibam ou queiram posicionar-se dignamente no mundo, ao não revelarem uma capacidade estratégica minimamente altura da sua brilhante História, o património sobretudo humano e cultural, que os seus antepassados construíram pelo globo, é tão rico, profundo e poderoso que, felizmente já deles não depende para a sua sobrevivência como uma unidade reconhecida por terceiros. É o ?Espírito Português? a perpetuar-se, como singular projecto universalista e intercultural, firmemente necessário para os desafios da humanidade neste novo século, serenamente, sem depender só do nosso país. É igualmente um mecanismo poderoso para a consubstanciação da Iniciativa Estratégica One Belt, One Road. Posteriormente, esta convivência histórica de cinco séculos foi reforçada com o estabelecimento, em 2005 da Parceria Estratégica Global entre Portugal e a China; esta realidade é singular, nas relações entre a China e os Países Europeus.
O Primeiro Ministro de Porugal, Dr. António Costa, afirmou na RAEM em Dezembro de 2016, onde se encontrava para participar na reunião do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, vulgo FORUM MACAU: ?Sublinho que Portugal apoia a Iniciativa Estratégica do Presidente Xi Jinping, ´UMA FAIXA; UMA ROTA´ . Afirmamos isso em várias ocasiões e já manifestamos o interesse de Portugal em fazer parte da Vertente Marítima, tirando proveito da nossa posição estratégica entre a Europa e o Atlântico e, em particular, do Porto de Sines e a futura extensão ferroviária de Sines a Espanha?. O 1º Ministro afirmou ainda que esta visita à China possa contribuir para uma cooperação reforçada, diversificada e ampliada: ?Reforçada porque aprofunda áreas onde já cooperamos ? queremos mais investimento chinês e mais exportações portuguesas; uma cooperação diversificada, porque estende a nossa parceria a novos sectores, tais como: indústria, investigação, inovação e cultura; e uma cooperação amplificada, porque amplia a nossa parceria bilateral a uma cooperação com países terceiros?.
E afirmou ainda: ?A RAEM soube não só preservar uma herança cultural construída e cimentada ao longo dos séculos por portugueses e chineses, como transformar essa herança num activo; essa singularidade de Macau confere-lhe um lugar central na relação entre dois mundos ? o Oriente e o Ocidente ? que está expressa, aliás, na iniciativa Uma Faixa, Uma Rota ? OBOR.Quanto ao actual evento do Forum Macau, o Primeiro Ministro considera-o como um sinal da importância que os chineses reconhecem a língua portuguesa e o espaço lusófono; essa importância é reflectida na actividade do Forum enquanto plataforma de ligação entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Ainda de acordo com o Dr. António Costa, o investimento chinês  
                                                                                                                                             Pag.11
em Portugal tem assumido uma grande relevância, mas é importante diversificar e explorar novas oportunidades, para além da energia e do sector financeiro, avaliando que é necessário reforçar o investimento nas áreas de infra-estruturas, indústria, saúde, sector primário e de serviços, bem como nas TIC (tecnologia, informação e ciência).
Já, em 2014, quando fazia escala nos Açores após uma visita de estado à América do Sul, o Presidente Xi Jinping afirmou num encontro com o Vice Primeiro Ministro, Paulo Portas : As countries with long coastlines and abundant maritime resources, China and Portugal could strengthen cooperation in developing marine economy and utilizing marine resources?.Em Outubro de 2016, durante a visita oficial do Primeiro Ministro, António Costa a Beijing, o Presidente Xi assegurou que os dois países devem aprofundar a cooperação no investimento e explorar outros mercados; afirmou ainda que a China expressa vontade e encoraja novos investimentos em Portugal que deseja expandir para as áreas de seguros, saúde, infra-estruturas e ambiente; realçou a cooperação marítima, na investigação e exploração dos recursos e na logística dos portos, apoiando a participação de Portugal na Iniciativa One Belt, One Road. Em resposta, António Costa expressou a esperança de elevar a cooperação com a China a um nível mais elevado.
Por sua vez, o Embaixador da China em Portugal, Cai Run, afirmou, no final de Novembro de 2016, que o governo chinês está a incentivar as empresas de transporte marítimo chinesas a encontrar um porto em Portugal para canalizarem mercadorias para o mercado da União Europeia (EU). Esclareceu: ?Portugal é porta de entrada do Oceano Atlântico para a Europa; a cooperação pode ser reforçada na área das infra-estruturas. Nesta estratégica podem ser realizados vários projectos importantes de forma a permitir a participação de Portugal na iniciativa Uma Faixa, Uma Rota. O diplomata sublinhou que que a OBOR está a ser reforçada com mais de setenta países interessados em participar na iniciativa  e Portugal é um dos 57 membros fundadores do Banco Asiático de Investimento em Infra-estruturas (BAII) , cujo objectivo é interligar o plano de investimento da EU à iniciativa OBOR.Realçou ainda: ?a cooperação trilateral entre a China, Portugal e os países lusófonos, nomeadamente a importância da 5ª conferência ministerial do Forúm Macau.
Na verdade, a RAEM conquistou uma nova dimensão e potencialidades acrescidas na suas relações com o exterior com a criação do Fórum Macau, com o Secretariado e Serviços de apoio ali instalados em permanência. Por decisão do Governo de Beijing a gestão do Fundo de Cooperação do Fórum foi  transferido para a responsabilidade da RAEM.. Assim, Macau sendo uma cidade de pequena dimensão, assumiu uma enorme responsabilidade com a gestão completa do Fórum.
                                                                                                                                 Pag.12
Não obstante a China e alguns Estados Lusófonos já terem boas relações económicas bilaterais, o Fórum Macau constitui-se como uma ponte especial aproveitando os laços históricos existentes com Portugal e demais Países Lusófonos para dilatar a cooperação no sector comercial e ampliar essa articulação para os domínios da cultura e do desenvolvimento dos recursos humanos.
Em Dezembro de 2015, foi criada na RAEM a Associação da Rota Marítima da OBOR com o propósito de fazer estudos das potencialidades dessa iniciativa estratégica no quadro do Fórum Macau, utilizando a plataforma de Macau.
Por sua vez, foi criada, em Dezembro de 2016, em Portugal a Associação Amigos da Nova Rota da Seda (OBOR), cujos estatutos têm como objectivo: ?cooperar de forma pró-activa na construção doprojecto ?Uma Faixa, Uma Rota?, através do conhecimento, informação e divulgação de contributos válidos, seja na apresentação de projectos ou no desenvolvimento de relacionamentos para conseguir objectivos desta iniciativa da China em que Portugal está incluído?. Foram assim criados os instrumentos necessários para a participação efectiva dos Países de Língua Portuguesa

5 ? SÍNTESE CONCLUSIVA   
   - Os anos de 2017 e 2018 não obviaram ao problemas na Europa onde a incerteza se mantem agravada recentemente com a crise na França;
   - Entretanto, a China com o decorrente Plano 2014/2020 pode alcançar um desenvolvimento económico sustentável mantendo um crescimento apreciável devido à mudança de paradigma, em vez duma economia baseada nas exportações de produtos manufacturados, dinamizar a exportação no sector dos Serviços e no aceleramento do Consumo Interno;
   - A contribuição do gigante asiático para o crescimento económico global deve alcançar em 2018 mais de 30%, pelo que se pode antecipar que se vai manter como o maior motor do crescimento mundial e, por isso, bem posicionado para responder aos riscos e desafios e para manter fluidas as operações da economia chinesa;
   - Se este contexto se concretizar a China vai contribuir mais para o desenvolvimento mundial e para amplificar a Globalização;
   - O Presidente Xi Jinping ao tomar, em 2013. A Iniciativa Estratégica ONE BELT, ONE ROAD (OBOR) procurou restituir à China um papel de actor proactivo do desenvolvimento global;
                                                                                                                                                Pag.13
   - A China investiu, em 2016, um total de 14.500 milhões de USdolares nessa iniciativa OBOR em conjunto com 53 países que desejaram integrar a referida iniciativa. Esse investimento fabuloso vai sustentar projectos  em benefício desses países, melhorando as infra-estruturas e a interconexão regional;
  - Todos os referidos projectos serão primariamente financiados pelo Banco Asiático de Investimento em Infra-estruturas (BAII);
   - Em Maio de 2017, Beijing  acolheu a Cimeira Internacional da OBOR, que já é considerada como idêntica ao Plano Marshall lançado pelos EUA no final da 2ª Guerra Mundial para a recuperação da Europa; essa Cimeira  teve a participação de todos os países abrangidos pela Iniciativa e trouxe à China mais chefes de Estado e de Governo, do que a reunião do G20 realizada em Setembro de 2016;
   - Após 40 anos do estabelecimento de relações diplomáticas entre Portugal e a China e no seguimento da transferência da Administração de Macau para a China, dois acontecimentos reforçaram os laços Luso Chineses: a criação pela China do Forum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os países de Língua Portuguesa (Fórum Macau),em 2003 e o Acordo de Parceria Estratégica Global entre a China e Portugal, em 2005, que cimentaram os laços bilaterais entre os dois países;
   - O Primeiro Ministro, António Costa durante a visita oficial à China, em Novembro de 2016, foi bem claro quando afirmou que Portugal estava em concordância perante o convite do Presidente chinês para Portugal integrar a iniciativaOBOR;
   - O Presidente da China tem várias vezes afirmado que as relações bilaterais devem encorajar a cooperação nos domínios financeiros, saúde, energia e infra-estruturas e serem ampliadas para patamares superiores; tem referido ainda a cooperação na investigação marítima e na logística de portos;
   - Portugal é um dos 53 países subscritores e fundadores do BAII.

6 ? RECOMENDAÇÕES ?
   - Na expectativa duma política dos EUA mais protecionista e menos comprometida com o multilateralismo, a China pode ter um papel mais preponderante na globalização; numa óptica pessoal estão criadas condições para uma maior relação comercial entre a Europa e a China:
   - Se a presente mudança estratégica da economia chinesa tiver sucesso e for consistente, a China pode aspirar a deixar de ser um país de rendimentos médios e
                                                                                                                                                Pag.14
passar a ser de rendimentos elevados e ser considerado desenvolvido no quadro global:
   - A Iniciativa Estratégica OBOR é a pedra angular da projecção global da China, pelo que é recomendável Portugal aceitar o desafio para integrar os países participantes;
   - É louvável a criação em Portugal da Associação Amigos da Nova Rota da Seda com a preocupação de explorar projectos futuros de cooperação; contudo, na nossa opinião deveria plasmar uma maior ambição que passaria pela criação duma ?Task Force? luso ? chinesa para procurar cometimentos conjuntos;
   - A posição geoestratégica de Portugal como porta de entrada do Atlântico para a Europa deveria ser um ponto de ligação entre a faixa terreste e a estrada marítima do OBOR, através do Porto de Sines e da ligação ferroviária de Sines à fronteira com Espanha, no Caia; essa perspectiva já teve o acordo do Governo Português durante a visita do 1º Ministro à China e constitui um desígnio já várias vezes afirmado pelas mais altas entidades chinesas. A China na sua iniciativa estratégica já conseguiu conexão da faixa terrestre com a estrada marítima no Índico com o Porto de Gwadar, no Paquistão e no Mediterrâneo com o Porto de Piréu e no Atlântico pode ser concretizado no Porto de Sines, o único de águas profundas com disponibilidade, uma vez que Hamburgo e Roterdão estão esgotados na respectiva capacidade e daí a importância crucial do desenvolvimento da segunda fase de Sines e da ligação ferroviária de Sines a Caia, ou seja a ligação à rede europeia. 
   - Portugal deve assumir-se como facilitador da relação entre a China e os países de Língua Portuguesa, conforme as solicitações chinesas.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/_2D0-CqapOE/recebido-de-um-amigo-e-o-prazer-de.html

"A BELA E O PIFANÇO" - 13Dez2018 20:04:00




Candidata a juíza burlou dezenas de vítimas em Braga. Advogada vendeu casas que não tinha.

Lucrou 1 milhão de euros.

Por Fátima Vilaça|

A advogada Anabela Nogueira Movenotícias Anabela Santos Nogueira era advogada com escritório em Braga. Tinha a confiança total dos clientes - a maioria emigrantes - e isso facilitava-lhe o esquema de burlas com a venda de casas.
.
A causídica, de 36 anos, que estava no curso para juízes, no Centro de Estudos Judiciários, vendeu dezenas de imóveis que não lhe pertenciam. A Polícia Judiciária de Braga fez buscas à casa e ao escritório de Anabela Santos Nogueira esta semana e a investigação calcula que a agora arguida tenha lucrado mais de um milhão de euros com a burla.
.
Com recurso a procurações que ela própria falsificava, a advogada transferia a propriedade das casas para os novos compradores. Os clientes eram sobretudo emigrantes e, a maior parte das vezes, nem chegavam a visitar os imóveis, que eram vendidos a preços apetecíveis, muito abaixo dos valores de mercado.
.
Os compradores transferiam o dinheiro e davam procuração para registar a propriedade dos prédios. Fotogaleria Ex-autarca alega demência para faltar a tribunal Há também casos em que a advogada pedia empréstimos bancários e dava os imóveis como garantia. A maioria dos lesados só descobriu que tinha sido enganada através dos registos do IMI.
.
PORMENORES Marido também é arguido O empresário Bruno Nogueira, marido da advogada, também foi constituído arguido.
.
A PJ acredita que o empresário é coautor em algumas das burlas. A investigação suspeita que os lucros criminosos tenham sido investidos no stand de carros de que é proprietário. Dezenas de vítimas
.
Nas buscas que fez à casa e ao escritório de Anabela Santos Nogueira, a PJ apreendeu dezenas de documentos que indiciam que possa haver dezenas de outras vítimas. O esquema durava há pelo menos 4 anos.
.
Ler mais em:AQUI


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/od7FhfztHpc/a-bela-e-o-pifanco.html

"ELES VENDEM TUDO E NÃO DEIXAM FICAR NADA!" - 13Dez2018 13:00:00

Fidelidade compra terrenos da antiga Feira Popular por 274 milhões

António Pedro Ferreira

A seguradora Fidelidade, detida pelos chineses da Fosun, acaba de comprar em hasta pública os terrenos da antiga Feira Popular e um lote na Avenida Álvaro Pais

A Fidelidade Properties comprou esta quarta-feira à Câmara Municipal de Lisboa todos os terrenos que integravam a hasta pública da antiga Feira Popular e também uma parcela na Avenida Álvaro Pais, por um total de cerca de 274 milhões de euros.
.
Os terrenos que acolheram a Feira Popular de Lisboa foram vendidos por 238,5 milhões de euros. E o lote da Álvaro Pais rendeu à Câmara 35,4 milhões de euros.
.
A Câmara de Lisboa esperava arrecadar 188,4 milhões de euros com esta hasta pública, mas acabou por arrecadar mais 85,5 milhões de euros do que o esperado.
.
As empresas Fidelidade Property Europe, SA., Dragon Method, SA., e MPEP ? Properties Escritórios Portugal, SA. tinham apresentado propostas relativamente a esta hasta pública, que decorreu esta-quarta-feira no Campo Grande.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/dcEDVKjVpqY/eles-vendem-tudo-e-nao-deixam-ficar-nada.html

OPINIÃO - JOÃO MIGUEL TAVARES - 13Dez2018 11:49:00


Opinião

Uma declaração de amor aos funcionários públicos

É por prezá-los que não gosto de ver o seu papel abastardado por gente que não está à altura do seu dever.


A minha caixa de correio está cheia de gente convencida de que nutro um profundo desprezo pelos funcionários públicos, e que sou um neoliberal fanático desejoso de privatizar o país inteiro. Acreditam que perdi o contacto com o mundo real, que sou um betinho privilegiado, com seguro de saúde e filhos em escolas privadas. Não poderiam estar mais errados.

Permitam-se ? só desta vez ? aborrecer-vos um pouco com a minha biografia. Sou filho de dois funcionários públicos de Portalegre, que trabalharam toda a vida nas Finanças. Estudei sempre em escolas públicas, e tenho uma especial dívida de gratidão para com a secundária Mouzinho da Silveira, sobretudo pela forma como me acolheu em 1994, quando, já aluno universitário, decidi trocar Engenharia Química pelas Ciências da Comunicação e voltar atrás, ao 12.º ano, para estudar Filosofia.

Como tinha tido uma excelente professora no 10.º e no 11.º anos, pedi para assistir às suas aulas de 12.º, de forma a preparar-me para o exame específico que me permitiria entrar num curso de Letras. Na altura, não havia qualquer enquadramento legal para a minha presença ali. Mas a direcção da Mouzinho da Silveira permitiu que assistisse às aulas de Filosofia, e a minha professora corrigiu cada um dos meus testes (que eu não tinha direito a fazer) e permitiu que participasse em cada uma das suas aulas (onde não tinha direito a estar) como se fosse um aluno normal. Jamais esquecerei essa generosidade ? e ela dificilmente teria sido possível numa escola privada.


Mais tarde, entrei para a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, uma instituição pública. Antes, tinha frequentado o Instituto Superior Técnico, outra instituição pública. Os meus quatro filhos frequentam a escola pública, entre o 1.º e o 9.º anos. A minha filha mais velha começa agora a cobrar-me por não andar numa escola privada, porque está a tomar consciência de que a qualidade no ensino público não é tão elevada quanto ela gostaria. Mas é a vida. Para além da questão financeira, eu e a minha mulher nunca quisemos que os miúdos vivessem em bolhas excessivamente privilegiadas. Schedule



A minha mulher, já agora, é médica no Instituto Português de Oncologia. Nunca trabalhou no sector privado, e não está interessada em fazê-lo (apesar da minha insistência ocasional). Ela acredita que a sua profissão só pode estar ao serviço de todos se for praticada em hospitais públicos. Não se imagina a cobrar dinheiro para curar quem quer que seja. 
 .
É daquele tipo de médico que no Natal chega a casa com coelhos esfolados (o PAN que me perdoe), caixas de chocolates e quilos de abóboras, oferecidos pelos doentes. Acho isso muito bonito. Um dia destes eu devia emprestar-lhe esta página para vocês saberem o que ela pensa do actual estado do SNS e das cativações de Centeno. Ainda assim, nunca na vida lhe passou pela cabeça fazer greve, porque ela sabe que quem pagaria a factura seriam os doentes. E, para um doente oncológico, cada dia de atraso num tratamento conta muito.


Esta conversa poderia derivar ainda para o ramo familiar da minha mulher, onde é quase tudo (ou foi) professor. Não vale a pena. Penso que já deu para perceber a ideia. Eu nunca desprezei os funcionários públicos ? como poderia? Pelo contrário. Prezo-os muito. E é por prezá-los que não gosto de ver o seu papel abastardado por gente que não está à altura do seu dever, e que parece ter perdido a noção do que significa servir a causa pública e os cidadãos deste país.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/7-_nvF0vyqo/opiniao-joao-miguel-tavares.html

"HIPÓCRITAS!" - 13Dez2018 11:29:00

Não penso que hajam bens culturais que foram retirados de Angola e levados para Lisboa se o Governo português, de então, ofereceu e assinada em cima do joelho a independência que viria a ser uma vergonha em que os interesses dos brancos, mulatos e pretos não foram protegidos pelos que mandavam em Portugal. 
 .
Nunca, até hoje, governante português, expôs o problema da pilhagem desenfreada que foi efectuada antes e depois da independência, a governos de Angola. 
.
Para os que assumiram o poder de governos de Angola os brancos que ali labutavam e engrandeciam o país não passaram de uns ladrões.
.
Sabido e provado que os "tarecos e carros" de portugueses, modestos, foram roubados nos portos de Angola, à espera de embarque, pela soldadesca cubana e enviados para Havana. 
.
A "canalha" portuguesa, do 25 de Abril, foi execrável, não só abandonando os portugueses à sua sorte como assim desprezando seus interesses. 
 .
Ultimamente, os governantes portugueses não mais têm feito que lamber o rabo aos "sobas" de Angola e fazer a vista vesga do dinheiro que os ´sobas´roubam ao povo angolano depositando-o em bancos portugueses ou investindo em propriedades. 
José Martins


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/WeUB9LZf9bg/hipocritas.html

"MAIS UM SALTO À VARA!" - 13Dez2018 08:01:00

Carlos Alexandre impedido de reagir a mentiras de Armando Vara


O ex-ministro socialista Armando Vara, condenado a pena de prisão por corrupção, disse esta semana à TVI que a sua vida poderia ter sido diferente se tivesse acedido a um pedido que lhe foi feito para que o superjuiz chegasse a director do SIS, secreta interna. O magistrado ainda não reagiu e se decidir fazê-lo, apresentando uma queixa-crime por difamação, ficará impedido de intervir em qualquer inquérito que vise Vara.
.
Como já foi tornado público, foram já extraídas diversas certidões da Operação Marquês que darão início a novas investigações relacionadas com o processo que tem José Sócrates como peça central e Armando Vara como arguido.
Segundo o jornal i, na hipótese de algum destes processos visar Armando Vara, e se Carlos Alexandre apresentar uma queixa-crime contra o ex-ministro, o juiz ficará impedido de ter qualquer intervenção nos mesmos, de acordo com o art.º 43.º do Código de Processo Penal: ?A intervenção de um juiz no processo pode ser recusada quando correr o risco de ser considerada suspeita, por existir motivo, sério e grave, adequado a gerar desconfiança sobre a sua imparcialidade?.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/pYzKdh11lA0/mais-um-salto-vara.html

TRUMP: INTERVIRIA SE ISSO AJUDASSE A GARANTIR ACORDO" - 13Dez2018 07:54:00




Uma foto de Meng Wanzhou fornecida ao tribunal por sua equipe jurídica. Todos os outros rostos nas fotos enviadas foram redigidos, pois faziam parte de documentos judiciais. FOTO: SABRINA MENG WANZHOU VIA TRIBUNAL SUPREMO DA COLUMBIA BRITÂNICA
 .
Eu interviria 'na prisão do executivo da Huawei se isso ajudasse a garantir o acordo comercial da China: Trump
.
O presidente Donald Trump não sabia sobre os planos de prender um alto executivo da Huawei, disseram duas autoridades americanas, em uma aparente tentativa de impedir que o incidente impedisse negociações cruciais de comércio com Pequim.
.
WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na terça-feira (11/12) que intervirá junto ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos no caso contra um executivo chinês de telecomunicações se isso garantir um acordo comercial com Pequim.
.
?Se eu acho que é bom para o país, se eu acho que é bom para o que será certamente o maior acordo comercial já feito - o que é uma coisa muito importante - o que é bom para a segurança nacional - eu certamente interviria se achasse necessário ?, Disse Trump em uma ampla entrevista à Reuters no Salão Oval.
.
A pedido das autoridades norte-americanas, o executivo da Huawei Technologies, Meng Wanzhou, foi presa em 1º de dezembro em Vancouver sob a acusação de violar as sanções dos Estados Unidos contra o Irã. A prisão aconteceu no mesmo dia. Trump e o presidente chinês Xi Jinping declararam uma trégua de 90 dias em sua guerra comercial durante as negociações de cúpula em Buenos Aires.
.
Trump, que quer que a China abra seus mercados para mais produtos fabricados nos Estados Unidos e acabe com o que Washington chama de roubo de propriedade intelectual, disse que ainda não falou com Xi sobre o caso contra o executivo da Huawei.
.
Meng, de 46 anos, enfrenta acusações dos EUA de ter enganado bancos multinacionais sobre o controle da Huawei sobre uma empresa que opera no Irã, colocando os bancos sob o risco de violar as sanções americanas e incorrer em severas penalidades, disseram documentos judiciais. Se extraditada para os EUA, Meng enfrentaria acusações de conspiração para fraudar várias instituições financeiras.
.
Um tribunal canadense garantiu na terça-feira a fiança de Meng enquanto aguarda uma audiência de extradição. Trump, que fez sanções ao Irã por seu programa nuclear como parte de sua política externa, foi perguntado se Meng poderia ser libertada.
.
?Bem, é possível que muitas coisas diferentes possam acontecer. Também é possível que seja uma parte das negociações. Mas vamos falar com o Departamento de Justiça, falaremos com eles, vamos envolver muita gente ", disse ele.
China chama prisão de Huawei CFO Meng Wanzhou um 'erro'
.
Perguntado se gostaria de ver Meng extraditada para os EUA, Trump disse que queria primeiro ver o que os chineses pedem. Ele acrescentou, no entanto, que as alegadas práticas da Huawei são preocupantes.
.
Agricultores americanos atingem safras podres e aumento dos custos de armazenamento em meio à guerra comercial EUA-China
.
"Esse tem sido um grande problema que tivemos de tantas maneiras diferentes com tantas empresas da China e de outros lugares", disse ele.
.
Na esteira de seu encontro com Xi em Buenos Aires, Trump disse durante a entrevista que conversas comerciais com Pequim estavam em andamento por telefone, com mais reuniões provavelmente entre autoridades americanas e chinesas.
.
Ele disse que o governo chinês estava mais uma vez comprando grandes quantidades de soja dos EUA, uma reversão depois que a China impôs em julho tarifas sobre o fornecimento de sementes oleaginosas dos EUA em retaliação aos impostos dos EUA sobre produtos chineses.
.
"Acabei de ouvir hoje que eles estão comprando enormes quantidades de soja. Eles estão começando, apenas começando agora ?, disse Trump.
.
Traders de commodities em Chicago, no entanto, disseram não ter visto nenhuma evidência de uma retomada das compras de soja pela China, que no ano passado comprou cerca de 60% das exportações de soja dos EUA em transações avaliadas em mais de US $ 12 biliões.


Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/XnTYjpoDSzo/trump-interviria-se-isso-ajudasse.html


"CARTA AO EDUARDO CABRITA" - 13Dez2018 04:52:00

Bombeiro no quadro de reserva ?arrasa? Eduardo Cabrita






Ex.mo Sr. MAI Eduardo Cabrita,

16-Jun-00 ? B.V.Mação ? Francisco José Moleiro Lopes
16-Jun-00 ? B.V.Mação ? Bruno Alexandre Marques dos Santos
24-Jun-00 ? B.V.Celorico de Bastos ? Rui Miguel Monteiro Mesquita
13-Jul-00 ? B.V.Colares ? António Manuel Pereira de Castro
13-Jul-00 ? B.V.Colares ? Ricardo Jorge Matos Domingos
30-Ago-00 ? B.V.Santo André ? José Manuel Pereira
28-Jun-01 ? B.V.Agualva-Cacém ? Ricardo Jorge Veiga da Silva
23-Ago-02 ? B.V.Oliveira de Frades ? José Saraiva Vaz
12-Set-02 ? B.Sapadores Gaia ? Sérgio Miguel Coutinho Moás
02-Ago-03 ? B.V.Figueira C. Rodrigo ? João Francisco Tavares da Silva
13-Ago-03 ? B.V.Castelo Vide ? Francisco de Jesus Anselmo Franco
19-Ago-03 ? B.V.Valongo ? Manuel Pedro Castanheira Chaves

22-Set-03 ? B.V.Albergaria-a-Velha ? Sandra Cristina de Oliveira Andrade
15-Dez-04 ? B.V.Vila Nova de Paiva ? João Miguel Marques de Frias Lopes
28-Fev-05 ? B.Sapadores Coimbra ? Adelino Daniel Rosado Oliveira
28-Fev-05 ? B.Sapadores Coimbra ? José Ferreira Lapa
28-Fev-05 ? B.Sapadores Coimbra ? Acácio Jorge Oliveira da Silva
28-Fev-05 ? B.Sapadores Coimbra ? Luis Miguel Raposo dos Reis Teixeira
01-Mar-05 ? B.V.Guimarães André Manuel Dias Ferreira
07-Jul-05 ? B.V.Paço de Sousa ? José Manuel da Rocha
12-Jul-05 ? B.V.Pampilhosa da Serra ? Paulo Jorge da Piedade
12-Ago-05 ? B.V.Oliveira Azeméis ? Bruno Filipe Ferreira Santos
13-Ago-05 ? B.V.Santa Marta Penaguião ? Carlos Alberto Tomás Garcia
15-Ago-05 ? B.V.Mogadouro ? António Augusto Azevedo
19-Ago-05 ? B.V.Oliveira de Azeméis ? Carlos Severino Nunes Oliveira
19-Ago-05 ? B.V.Oliveira de Azeméis ? Pedro Miguel Madeira Figueiredo
04-Nov-05 ? B.Municipais Lousã ? Franquelim José Henriques Gonçalves
09-Jul-06 ? B.V.Gonçalo ? Sérgio José Neto Bico Rocha
12-Jul-06 ? B. V.Arrifana ? Michael Almeida Pinto
13-Ago-06 ? B.V.Porto ? Joel Filipe Cardoso Gomes
30-Jan-07 ? B.V.Camarate ? Nuno Miguel Marques
09-Ago-07 ? B.V.Ourém ? João Manuel Rosa Ribeiro
09-Set-07 ? B.V.Guimarães ? Inácio Carvalho Freitas
01-Ago-10 ? B.V.Cabo Ruivo ? Carlos Manuel da Silva Santos

03-Ago-10 ? B.V.Lourosa ? Cristiana Josefa Ferreira Santos
22-Fev-11 ? B.V.Lourosa Diamantino Santos Correia de Sá
08-Jul-11 ? B.V.Minde ? Francisco Santos
29-Jul-11 ? B.V.Pampilhosa do Botão ? Sérgio Miguel de Jesus Ferreira
21-Jul-12 ? B.Municipais Abrantes ? Paulina Pereira
09-Ago-12 ? B.V.Figueiró dos Vinhos ? Vitor Manuel Mendes Joaquim
15-Set-12 ? B.V.Coja ? Patricia Abreu
21-Set-12 ? B.V.Coja ? Pedro Brito
01-Ago-13 ? B.Miranda do Douro ? António Nuno Ferreira
09-Ago-13 ? B.Miranda do Douro ? Daniel Preto Falcão
15-Ago-13 ? B.V.Covilhã ? Pedro Miguel de Jesus Rodrigues
22-Ago-13 ? B.V.Alcabideche ? Ana Rita Pereira
22-Ago-13 ? B.V.Estoril ? Bernardo Figueiredo
23-Ago-13 ? B.V.Carregal do Sal ? Cátia Pereira Dias
23-Ago-13 ? B.VCarregal do Sal ? Bernardo Manuel Cardoso
29-Ago-13 ? B.Valença do Minho ? Fernando Manuel Sousa Reis
Jun-17 ? B.V.Castanheira de Pera ? Gonçalo da Conceição Pereira


Sabe quem são, Ex.mo Sr. MAI?!?

São 51 Bombeiros falecidos no combate às chamas nos últimos 18 anos!!! 51?

51 Irresponsáveis, que naquele dia decidiram deixar para trás a família, pais, mães, irmãos, irmãs, filhos? para irem defender a divisa que um dia juraram defender ? Vida Por Vida!!

51 Irresponsáveis, que tombaram no seu campo de missão, e que pela última vez tiveram o seu capacete de combate á sua frente numa almofada, durante o cortejo fúnebre!!

51 Irresponsáveis, que caíram por terra na salvaguarda de bens de outros!!

51 Irresponsáveis, a juntar a todos os Bombeiros Portugueses que V.a Ex.cia apelidou assim mesmo, Irresponsáveis!!!
Que apelidou, qual menino mimado fazendo birra, porque não gostou dos Bombeiros começarem finalmente a ganhar pulso e fazer exigir o Respeito que lhes é devido por Si, pelo Governo, e por TODOS os Portugueses!!!

Demonstrou que a educação que vem de berço não está ao alcance de qualquer um, e da forma mais vil e humilhante possível Desrespeitou todos os Bombeiros Portugueses, pior, desrespeitou a memória daqueles que tombaram no exercício da sua missão!!! Tentou de forma degradante virar a população portuguesa contra aqueles que são a maior força na Proteção Civil ? queiram ou não queiram ? acusando-os de deixarem de prestar socorro á população!!

51 Irresponsáveis?
51 a somar aos mais de 10 mil ainda no activo, pelos quais nem o Sr. nem a sua comandita teem Respeito!!!
Gostaria que dissesse às famílias, aos filhos e irmãos destes (e outros) irmãos que faleceram no combate a incêndios florestais, que eles foram irresponsáveis enquanto Bombeiros que eram?

Não só desrespeitou uma instituição com mais de 600 anos de história, como todos aqueles que fazem e fizeram parte dela ? BOMBEIROS PORTUGUESES!!! Provando mais uma vez que mais valia estar calado e todos pensarmos que era um idiota, do que abrir a boca e tê-lo comprovado!!

Respeitosos cumprimentos,
Marco Francisco
(Bombeiro de 1ª no Q.R.)
.

P.S. ? Se ficar enxonfrado com algo que aqui lhe tenha dito lembre-se que já dizia a minha mãe e a minha avó confirmava, ?quem não se sente não é filho de boa gente?, e eu sou!!



Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/YHf27VkVbG8/carta-ao-eduardo-cabrita.html

"EMPRESÁRIO TAILANDÊS VÍTIMA DO TIROTEIO EM ESTRABURGO" - 13Dez2018 02:14:00



Tailandês morto no tiroteio no mercado de Natal francês
Nacional 13 de dezembro de 2018 01:00
.
Pela The Nation, AFP
.
A embaixada da Tailândia na França deplorou ontem o tiroteio fatal de um atirador em um mercado de Natal na cidade francesa de Estrasburgo, na qual um turista tailandês foi uma das vítimas.
.
"A embaixada condena o pistoleiro, cujos atos resultaram em mortes e feriram muitas pessoas inocentes", disse a embaixada em um comunicado em sua página no Facebook.
.
Anupong Suebsaman, um empresário da província de Chachoengsao, foi uma das três pessoas mortas no tiroteio no Natal na noite de terça-feira (ontem, horário da Tailândia). A embaixada também expressou condolências à família de Anupong e estendeu toda a assistência a sua esposa, Naiyana, que no momento da impressão estava no hospital onde seu corpo estava sendo mantido.
.
A embaixada agradeceu a comunidade tailandesa na cidade, bem como a associação de estudantes tailandeses na França e na Alemanha por sua ajuda.
.
A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Tailândia, Busadee Santipitaksat, disse em Banguecoque que a embaixada havia contatado a comunidade tailandesa de expatriados em Estrasburgo para coordenar com as autoridades locais e cuidar de Naiyana enquanto esperava para recuperar o corpo.
.
A embaixada também esteve em contato próximo com a polícia em Estrasburgo e prestará assistência jurídica a Naiyana. Funcionários do consulado tailandês viajaram para Estrasburgo ontem, acrescentou Busadee.
.
O empresário Anupong, de 45 anos, era dono de uma fábrica de macarrão na província de Chachoengsao. Estrasburgo foi a primeira parada do casal na viagem e Paris seria a próxima parada.
.
Eles haviam chegado a Estrasburgo no dia anterior e decidiram visitar um movimentado mercado de Natal lá. Anupong supostamente sofreu ferimentos de bala na cabeça e no corpo. Os paramédicos tentaram, sem sucesso, reanimá-lo.
.
O mercado, com 300 chalés de madeira que servem vinho e produtos locais, é um grande atrativo turístico, atraindo centenas de milhares de visitantes para a cidade histórica no nordeste da França.
.
A embaixada também emitiu um aviso aos cidadãos tailandeses que viajam no país para serem cautelosos e ficarem a par das notícias e anúncios.
.
Em caso de emergência, eles devem contatar a embaixada em +33 6 46 71 96 94 e + 33 6 03 59 97 05 e pedir informações em
thaiconsular.paris@hotmail.com

Tiros soaram na noite de 11 de dezembro, e em poucos minutos o movimentado mercado de Natal estava deserto e o centro da cidade mergulhou no silêncio.
.
A multidão foi rapidamente evacuada pela polícia e o centro da cidade foi isolado e liberado. Quando soldados, policias e veículos de resgate chegaram, as forças de segurança disseram aos poucos transeuntes remanescentes e aos moradores do centro da cidade que se abrigassem.
.
Kleber Square, geralmente movimentada duas semanas antes do Natal, estava rapidamente deserta e silenciosa.
.
?Nós deixamos todos dentro, na adega. Eles estão trancados lá ?, disse Mouad, de 33 anos, dono de um restaurante local, uma hora depois do ataque. Quando ele saiu do seu estabelecimento, ele viu "um homem no chão, sangue e cartuchos de bala".
.
Alguns clientes disseram-lhe que tinham "visto alguém com uma arma" em execução.
.
Uma testemunha, que deu seu nome como Fatih, disse à AFP: ?Estávamos na Kleber Square, era por volta das 20h [2 da manhã de ontem, horário de Bangkok]. Eu ouvi disparos e depois houve pandemônio. As pessoas corriam por toda parte.
.
Enquanto ele escapava, viu três pessoas feridas no chão a poucos metros da gigantesca árvore de Natal iluminada erguida no centro da cidade para o mercado.
.
O atirador atravessou a Pont du Corbeau, uma das pontes que levavam ao centro histórico de Estrasburgo, e abriu fogo na rue des Orfevres. O ministro do Interior da França, Christophe Castaner, disse que 12 pessoas ficaram feridas nos tiroteios, além dos três mortos.
.
O governo elevou o nível para "ataque de emergência" com "a implementação de controles de fronteira reforçados e controles apertados para todos os mercados de Natal na França, para evitar o risco de um ataque imitador", disse Castaner.



Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/AquiTailndia/~3/AAM0pFa-KYk/empresario-tailandes-vitima-do-tiroteio.html

Painel controlo
  • Email:
  • Palavra-passe:
  • Lembrar dados
  • Ir administraçào


Anedotas
Numa coisa os bêbados e os geógrafos estão realmente de acordo: a Terra gira!
Sondagens
"CHAN RAK KUN" é Amor em?
Marroquino
Albanês
Tailandês
Russo
Chinês
Indiano
Hungaro
Vietnamita
Timorense
Hebraico
Ibernise
JSL

rodinha26
Galeria
©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional